06
fev

Show dos cearenses em Paracuru

06 / fev
Publicado por Alexandre Gondim às 16:34

blog_304729_678073_larissa_dos_santos_web_
Larissa dos santos foi campeã em casa.Foto: Lima Junior / Pena

No Ceará aconteceu neste último fim de semana, de 03 a 05/02, o Pena Little Monster 2017 , que já se consolidou como uma das principais competições para as categorias de base do esporte no país e neste ano abriu o Circuito Brasileiro Pro Júnior de 2017 no litoral norte do Ceará.

O evento é realizado desde 2014 com foco na revelação de novos valores do surfe, especialmente na Região Nordeste e no ano passado definiu os campeões brasileiros da categoria para surfistas com até 20 anos de idade. Os campeões foram o paulista Deivid Silva com um verdadeiro show nas mesmas ondas do Ronco do Mar e a cearense Larissa dos Santos.

Este ano o campeonato que começou na sexta-feira, 03/02 , com um show de surfe nas direitas perfeitas do Ronco do Mar, em Paracuru, onde aprendeu a surfar a estrela brasileira da elite da World Surf League, Silvana Lima.

blog_304729_678077_caua__costa_web_
Cauâ Costa foi destaque no primeiro dia. Foto: Lima Junior / Pena)

O grande destaque no primeiro dia foi outro cearense, Cauã Costa que se classificou para a final da categoria Sub-14 e para as semifinais da Sub-16, aumentando os recordes do campeonato a cada bateria.

“Esse campeonato está sendo irado. Peguei boas ondas nas minhas baterias e estou feliz por ter passado para as duas finais. Procurei achar duas ondas boas em cinco minutos, só que foi difícil pelo mar, mas deu certo”, disse Cauã Costa.

No primeiro dia, foram realizadas um total de 33 baterias nas direitas do Ronco do Mar. Foram três fases para definir os finalistas da categoria Sub-14, duas que apontaram os semifinalistas da Sub-16, uma que também decidiu as semifinais da Sub-12 e a rodada de estreia da Pro Junior feminina.

Os jovens surfistas estavam todos empolgados, principalmente pela oportunidade criada pelo Pena Little Monster, de eles puderem competir utilizando o sistema de prioridade de escolha da próxima onda em baterias de quatro atletas, que foi implantado pela World Surf League no ano passado. O equipamento em uso em Paracuru é o mesmo das etapas do Circuito Mundial do WSL Qualifying Series realizadas na América do Sul e até em países de outros continentes.


publicidade

“O campeonato está irado, não teve nenhum problema e o sistema de prioridade é incrível”, destacou o saquaremense Daniel Templar, “As condições (do mar) estavam muito boas no início do dia, com altas ondas, mas depois a maré foi secando, foi piorando o mar, mas o dia hoje (sexta-feira) foi incrível.

blog_304729_678069_thiago_eduardo_ce_2_web_
O mostrinho cearense Thiago Eduardo tambem fez bonito. Foto: Lima Junior / Pena)

Outro cearense que se destacou no primeiro dia foi o local de Paracuru, Thiago Eduardo, campeão do último Circuito Pena Little Monster na categoria Sub-14. Ele agora compete na Sub-16 e conseguiu uma das viradas mais espetaculares do dia na última onda que surfou na bateria que lhe garantiu nas semifinais.”Estou muito feliz e quero agradecer a Deus por estar aqui competindo nesse evento animal”, disse Thiago Eduardo. “Sou muito grato por representar Paracuru nas competições e a bateria foi emocionante. Peguei boas ondas. Achei irado competir com prioridade, porque futuramente a gente vai pro Mundial da WSL (World Surf League) e já vamos entrar com a experiência de saber como as regras funcionam”.

Só depois de 25 baterias das duas primeiras fases das categorias Sub-16 e Sub-14 e uma da Sub-12, as meninas entraram no mar para abrir oficialmente a primeira etapa do circuito Pro Junior de 2017 da Associação Brasileira de Surf Profissional (ABRASP) em Paracuru. E começou quente, com a atual campeã Pro Júnior do Circuito Pena Little Monster, Yanca Costa, irmã do recordista Cauã Costa, estreando com vitória. Mas, a carioca Carol Bonelli roubou a cena numa onda incrível que igualou a maior nota do dia – 8,0 – para avançar em segundo lugar, eliminando a outra cearense da bateria, Ester Cavalcante.

“O mar estava bem difícil, mas vinham umas boas ondas de vez em quando. No começo, só peguei as menores, mas a bateria foi muito irada”, disse Yanca Costa. “Foi legal competir com a Ester (Cavalcante), que é bem novinha e está começando agora. E com a Carol Bonelli também, que vem se destacando no Brasil. O campeonato está muito lindo e eu estava muito instigada pra competir no Ceará, ainda mais aqui em Paracuru que é minha segunda casa. Eu amo a galera daqui, estou muito feliz por estar aqui e quero voltar no próximo ano também”.

Com uma nota 10 na grande final, Matheus Ramos ganhou a última bateria do Evento do favorito Jannifer de Souza por 18,50 a 18,40 pontos. Larissa dos Santos festejou o bicampeonato no Ronco do Mar e também largou na frente no ranking Pro Junior 2017 da Associação Brasileira de Surf Profissional (Abrasp).

304729_678070_matheus_senna_rn_web_
O potiguar Matheus Senna ganhou a sub-16. Foto: Lima Junior / Pena

Além deles, mais três cearenses comemoraram vitórias, Cauã Costa na Sub-14, Adriano de Souza na Sub-12 e Guilherme Lemos na Sub-10. Os outros títulos foram para o Rio Grande do Norte, com Mateus Sena ganhando a Sub-16 e Victor Santos a Sub-8 na primeira final do domingo em Paracuru.


Veja também