25
mar

Ítalo Ferreira fora das etapas Australianas

25 / mar
Publicado por Alexandre Gondim às 21:14

308029_689683_17436168_1860821617463523_1555375029529870327_o

O potiguar Ítalo Ferreira, que tirou a primeira nota 10 do ano no World Surf League Championship Tour 2017, está fora das outras duas etapas da “perna australiana”.

Ele já estava escalado na décima primeira bateria do Drug Aware Margaret River Pro, que começa em 29 de março, mas na última quarta-feira,22, torceu o tornozelo quando voltava de um aéreo de backside na praia de Duranbah, na Gold Coast.

Após fazer uma ressonância magnética foi constatada uma lesão sem fratura.

Ele vai voltar ao Brasil para fazer novos exames e iniciar o tratamento, tentando voltar a tempo de disputar a etapa brasileira da World Surf League nos dias 09 a 20 de maio em Saquarema (RJ).

“Galera, eu tive uma lesão no tornozelo direito em uma manhã de free surf! Vou ficar fora de alguns eventos e me preparar bem pra voltar com tudo. Muito obrigado a todos pelas mensagens e carinho. Sem palavras pra agradecer” Disse Ítalo em sua rede social.

Italo Ferreira of Brazil won Heat 7 of Round Two at the Quik Pro Gold Coast, Australia.
Italo Ferreira voando para seu 10 no Quik Pro Gold Coast, Australia. Foto: @WSL / Kelly Cestari

Com a saída de Ítalo Ferreira do Drug Aware Margaret River Pro, a World Surf League vai anunciar o seu substituto e as baterias da primeira fase já divulgadas serão modificadas.

Para compensar a baixa de última hora do surfista de Baía Formosa, que fez grandes apresentações nas ondas de Snapper Rocks durante a primeira etapa deste ano, o atual líder no ranking do WSL Qualifying Series, Jessé Mendes, ganhou o convite da WSL para competir nas fortes ondas de M-River.

308029_689681_170226_mendes_mpstp_bennett081
O paulista Jesse Mendes é um dos quatro reservas de luxo da WSL. Foto: @WSL / Tom Bennett

Jessé Mendes ficou muito perto da classificação para o CT no ano passado e é o quarto na lista para substituir os tops da elite nas etapas de 2017. Dessa vez, ele entrou como convidado pela grande campanha que fez na “perna australiana” do WSL Qualifying Series.

Jessé foi finalista nas duas provas mais importantes da temporada até agora, as únicas com status QS 6000. Em Newcastle, perdeu a decisão brasileira para o catarinense Yago Dora, mas em Sydney faturou o título e assumiu a liderança no ranking que classifica dez surfistas para o seleto grupo dos top-34 que disputa o título mundial da World Surf League.

Com a entrada de Jessé Mendes e a baixa de Italo Ferreira, o Brasil permanecerá com nove representantes em Margaret River, assim como foi na Gold Coast com “Braziliam Storm” completa.

medina
Gabriel Medina foi o melhor brasileiro na primeira etapa. Foto: @WSL / Kelly Cestari

Gabriel Medina foi o melhor no Quiksilver Pro e começa a temporada dividindo o terceiro lugar com o atual campeão mundial, John John Florence, que perdeu a lycra amarela de lider do CT para o vencedor da primeira etapa, Owen Wright.

Ítalo Ferreira esta em quinto lugar no circuito principal da WSL. Veja abaixo o vídeo com seu 10 na Gold Coast:

Veja como esta o ranking após a I Etapa:

TOP-22 DO WSL JEEP RANKING 2017 – resultado da 1.a etapa:
1: Owen Wright (AUS) – 10.000 pontos
2: Matt Wilkinson (AUS) – 8.000
3: John John Florence (HAV) – 6.500
3: Gabriel Medina (BRA) – 6.500
5: Kelly Slater (EUA) – 5.200
5: Joel Parkinson (AUS) – 5.200
5: Italo Ferreira (BRA) – 5.200
5: Connor O´Leary (AUS) – 5.200
9: Jordy Smith (AFR) – 4.000
9: Kolohe Andino (EUA) – 4.000
9: Adriano de Souza (BRA) – 4.000
9: Conner Coffin (EUA) – 4.000
13: Julian Wilson (AUS) – 1.750
13: Sebastian Zietz (HAV) – 1.750
13: Caio Ibelli (BRA) – 1.750
13: Mick Fanning (AUS) – 1.750
13: Stuart Kennedy (AUS) – 1.750
13: Miguel Pupo (BRA) – 1.750
13: Jeremy Flores (FRA) – 1.750
13: Jadson André (BRA) – 1.750
13: Frederico Morais (PRT) – 1.750
13: Ian Gouveia (BRA) – 1.750
25: Filipe Toledo (BRA) – 500 pontos
25: Wiggolly Dantas (BRA) – 500

TOP-10 DO WSL JEEP WOMEN´S RANKING – resultado da 1.a etapa:
1: Stephanie Gilmore (AUS) – 10.000 pontos
2: Lakey Peterson (EUA) – 8.000
3: Johanne Defay (FRA) – 6.500
3: Sally Fitzgibbons (AUS) – 6.500
5: Tyler Wright (AUS) – 5.200
5: Carissa Moore (HAV) – 5.200
5: Nikki Van Dijk (AUS) – 5.200
5: Keely Andrew (AUS) – 5.200
9: Courtney Conlogue (EUA) – 6.500
9: Tatiana Weston-Webb (HAV) – 6.500
13: Silvana Lima (BRA) – 1.750


Veja também