15
set

Dobradinha brasileira nos Estados Unidos

15 / set
Publicado por Alexandre Gondim às 19:22

Foto: WSL/Sean Rowland

Desta vez “a escrita” se fez verdade e Filipe Toledo foi de favorito a campeão do Hurley Pro em Trestles, EUA.
Morando perto do local do campeonato desde 2014, a família Toledo mudou para San Clemente em 2014, e a onda de Lowers Trestles tornou-se sua onda doméstica.

Foto: WSL/Steve Sherman

Para Toledo chegar a final nesta sexta-feira, 15/08, teve que passar por Kanoa Igarashi e John John Florence. Seu último obstáculo ao título foi o sul-africano Jordy Smith que mais parecia um “Iceberg” de tão frio que estava durante uma final de poucas ondas. Smith só pegou sua primeira onda com 18 minutos passados. A estratégia foi certa, o brasileiro agora é o primeiro competidor a conquistar duas vitórias nesta temporada, e agora entrou de vez na corrida do título mundial deste ano.

Foto: WSL / Kenneth Morris

Entre as mulheres, Silvana Lima vence de forma incontestável a oitava etapa do circuito mundial. Depois de sete anos sem vencer um evento do circuito principal da WSL, Ela começou o Swatch Pro na décima quinta posição no ranking e fez fila vencendo as campeãs mundiais Carissa Moore e Stephanie Gilmore, além da excelente surfista Lakey Peterson, a caminho da Final, onde enfrentou Keely Andrew, do gás de estreante. Com 32 anos ela conquistou sua primeira vitória no CT desde 2010.

Foto: WSL/ Kenneth Morris

veja abaixo como foi o último dia de competições:

 


Veja também