27
maio

Circuito dos Sonhos chega na Indonésia

27 / maio
Publicado por Alexandre Gondim às 20:50

John John Florence. Foto: WSL / Kelly Cestari

Os melhores surfistas do mundo já estão do outro lado do planeta disputando a quinta etapa pelo título do World Surf League Championship Tour, apenas uma semana depois da vitória de Filipe Toledo no Oi Rio Pro nos tubos da Barrinha em Saquarema

O Corona Bali Protected marca a volta da Indonésia ao Circuito Mundial e já começou neste sábado,26/05 pelo horário de Brasília, com apenas dois brasileiros vencendo suas primeiras baterias nas direitas de Keramas, Gabriel Medina e Willian Cardoso.

Gabriel Medina. Foto: WSL / Kelly Cestari

Os sete que perderam terão outra chance, hoje 27/05, na repescagem junto com a bateria de estreia do Adriano de Souza e Yago Dora no último confronto da primeira fase que ficou para abrir a segunda-feira em Bali, ainda domingo no Brasil.

No sábado a noite os brasileiros assitiram, via trasmição, Keramas bombando ondas de 6 à 8 pés mostrando todo o potencial das suas direitas tubolares, para manobras de bordas e aéreas também.

As condições do mar variaram bastante e os tubos só apareceram no início do dia, nas primeiras baterias. Campeão na única etapa do CT em Keramas em 2013, Joel Parkinson abriu o Corona Bali Protected com vitória sobre o potiguar número 3 do ranking, Italo Ferreira. E na terceira, o bicampeão mundial John John Florence venceu os brasileiros Michael Rodrigues e Miguel Pupo.

Filipe Toledo. Foto: WSL / Kelly Cestari

O vice-líder do ranking, Filipe Toledo, entrou no confronto seguinte e o norte-americano Conner Coffin pegou as melhores ondas para vencer por 10,94 a 9,46 pontos. Mais dois brasileiros estrearam juntos na quinta bateria e Gabriel Medina conseguiu a primeira vitória, mas foi numa hora ruim do mar, sem nenhum tubo e pouquíssimas ondas. Cada um só teve duas chances de surfar e Medina ganhou.

O pernambucano Ian Gouveia também não conseguiu achar ondas na sua bateria e terminou em último na bateria que deu a vitória ao francês Jeremy Flores. O mar voltou a ficar bom nos confrontos seguintes, com o sul-africano Jordy Smith e o americano Griffin Colapinto também passando dos 15 pontos computando uma nota no critério excelente dos juízes. O paulista Jessé Mendes ficou em último na bateria que Colapinto acertou um aéreo na onda que valeu a maior nota do campeonato, 8,5.

Depois, o vento começou a ficar mais forte afetando a formação das ondas e a segunda vitória brasileira aconteceu na bateria que acabou sendo a última do dia. Foi mais um confronto sem tubos e ondas fechando rápido, mas Willian Cardoso usou a potência do seu frontside nas direitas de Keramas para passar direto para a terceira fase

Willian Cardoso. Foto: WSL / Kelly Cestari

As condições do mar já estavam bastante deterioradas pela ação negativa do vento e os três surfistas da bateria que faltava para fechar a primeira fase, já estavam com a lycra de competição quando os comissários da World Surf League decidiram parar o evento no domingo. Com isso, a estreia do campeão mundial Adriano de Souza e do catarinense Yago Dora, com o havaiano Sebastian Zietz, foi adiada para hoje as 6h30 da segunda-feira em Bali, 19h30 do domingo no fuso horário de Brasília.

Adriano de Souza conseguiu a vitória na melhor hora do mar em Keramas,no início da manhã e espera os vencedores da repescagem que começa com o campeão da ultima etapa em Saquarema e vice líder do CT, Felipe Toledo.

Saiba dos acontecimentos do Corona Bali Protected aqui no BLOG DO SURFE…


Veja também