18
set

Como lidar com crianças superdotadas? Palestra trará orientações para professores no Recife

18 / set
Publicado por Amanda Tavares às 20:08

Palestra traz orientações para educadores que lidam com crianças superdotadas. Foto: André Nery/Arquivo JC Imagem

Métodos mais adequados para identificar e atender crianças superdotadas nas escolas. É o que defende a presidente da Associação Brasileira de Superdotação/Altas Habilidades, Susana Pérez, que estará no Recife esta semana para ministrar a palestra Entendendo e trabalhando com a superdotação: altas habilidades, no Congresso Internacional de Tecnologia na Educação, realizado de quarta (20) a sexta-feira (22), no Centro de Convenções de Pernambuco.

 

>>> LEIA TAMBÉM: Garoto autista utiliza desenhos para se comunicar 

 

De acordo com Susana, entre as principais características das crianças superdotadas estão o elevado nível de curiosidade, a rapidez na aprendizagem e o senso de humor diferenciado. Estima-se que 5% do público infanto-juvenil brasileiro seja superdotado. A especialista explica que, se essas crianças e jovens forem identificadas e atendidas de forma adequada, o impacto será positivo. Como, além da família, os professores são as pessoas que mais convivem com esse público, têm maiores oportunidades para compreendê-lo e ajudar a combater os mitos sociais.

“Reunir professores e profissionais acadêmicos para debater um tema tão delicado e importante como este é um grande passo. É um assunto que requer extremo cuidado no trato e precisamos esclarecer que superdotados são considerados especiais, assim como os alunos que apresentam déficit de aprendizagem”, pontua.

 

Informações e inscrições:  http://www.pe.senac.br/congresso/index.php

 


Veja também