24
May

Detran-PE muda ordem das provas no pátio de exames e gera polêmica

24 / May
Publicado por Roberta Soares às 7:30

Fotos: Detran-PE/Divulgação
Baliza, a manobra mais temida, é a primeira prova a ser enfrentada pelo candidato. Antes, era a última. Fotos: Detran-PE/Divulgação

 

O Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco (Detran-PE) promoveu novas mudanças no exame prático de direção, exigindo atenção dos candidatos à primeira habilitação. Desde esta segunda-feira (23/5), o órgão inverteu a ordem das provas, colocando o desafio da baliza (estacionamento do veículo) em primeiro lugar no teste. A mudança pegou candidatos e auto-escolas de surpresa e, por isso, gerou muitas críticas. A baliza é um dos procedimentos mais temidos pelos futuros motoristas e, junto com a rampa, uma das etapas que mais reprovam.

“Soube da novidade quando cheguei ao Detran para fazer o teste. Achei péssimo e um desrespeito com todos, alunos e instrutores das auto-escolas. Ninguém sabia da mudança. Acho que o Detran tinha obrigação de ter avisado a todos com antecedência. Já chegamos ansiosos, com medo de errar. Qualquer alteração amplia esse medo. Acho injusto com os candidatos, até porque pagamos caro por tudo isso. E, quando erramos, temos que pagar de novo”, criticou Luciana Sá, uma das candidatas à primeira habilitação que esperava no órgão.

 

Nem mesmo os Centros de Formação de Condutores (CFCs) estavam bem orientados sobre a alteração. “Soube da mudança porque vi alguns testes sendo realizados no pátio. De fato, deveriam ter informado com antecedência, embora não ache que prejudique o teste. O candidato já sabia que iria enfrentar a baliza de toda forma. A diferença é que ela virá primeiro”, afirmou Manoel Ferreira de Souza, proprietário de três CFCs.

Agora, o candidato à primeira habilitação enfrenta a baliza assim que entra no veículo. Depois passa pelo primeiro ciclista (de quem tem que manter uma distância de 1,5 metro), faz o circuito de sinalização de trânsito (com semáforos e faixas de pedestre), passa pelo segundo ciclista para só então enfrentar a garagem e, por último, a rampa. “Essa foi a melhor parte, na minha opinião. Com a inversão do sentido, a área para a descida dos veículos na rampa ficou maior, diminuindo os riscos de acidentes. Era exatamente nessa fase, que exige aceleração, que os alunos perdiam o controle do veículo”, ponderou Manoel Ferreira.

Psicologicamente, acreditamos que é melhor para o aluno enfrentar o seu maior medo no teste, que é a baliza. Passando dessa etapa, ele fica mais tranquilo para as fases seguintes”,

Charles Ribeiro, presidente do Detran-PE

O Detran-PE faz a defesa da mudança. Argumenta que a alteração teve como objetivo aprimorar a avaliação dos candidatos para contribuir com uma melhor formação dos futuros motoristas. “Psicologicamente, acreditamos que é melhor para o aluno enfrentar o seu maior medo no teste, que é a baliza. Passando dessa etapa, ele fica mais tranquilo para as fases seguintes. Pode, inclusive, fazer as manobras com mais calma e prestar mais atenção no circuito de trânsito sinalizado”, argumentou o presidente do órgão, Charles Ribeiro.

LEIA MAIS
Tecnologia para dar segurança aos exames práticos do Detran-PE
Testes práticos do Detran-PE já estão sendo feitos com os examinadores no interior dos veículos

O presidente explicou que trazer a baliza para a primeira prova do teste prático faz parte de um conjunto de ações que o órgão vem adotando para melhorar a avaliação dos candidatos. “O nosso objetivo é forçar os CFCs a formar cada vez melhor os alunos e, assim, com uma avaliação criteriosa e rigorosa, colocar motoristas mais preparados nas ruas. A troca dos veículos usados nos testes é um exemplo. Agora usamos veículos Gol, refrigerados, com direção hidráulica e equipados com leitor de biometria, câmeras de alta definição, tablets, microfones e sensores telemétricos”, disse Charles Ribeiro.

 

JC-CID0524_DETRAN-web

 

A troca dos veículos usados nos testes – de Fiat Uno para Gol – foi alvo de muitas críticas dos candidatos. “Eu, assim como várias pessoas, tive que pagar mais R$ 50 para que minha filha tivesse uma hora de aula num Gol porque a marcha é diferente do Uno, carro no qual ela fez as aulas. E só soubemos disso aqui”, criticou Edilene Batista. A mudança no circuito de testes está sendo feita em todos os 16 pátios de exames do Detran no Estado.

Agora, provas são feitas no sentido horário
Agora, provas são feitas no sentido horário

 


Veja também