17
abr

Após suspensão pelo governo, MPPE discute retirada dos cobradores dos ônibus nesta segunda (17/4)

17 / abr
Publicado por Roberta Soares às 13:16

Foto: JC Imagem
Foto: JC Imagem

 

Acontece logo mais, às 15h desta segunda-feira (17/4), a primeira reunião entre o Ministério Público de Pernambuco (MPPE), o governo do Estado e os empresários de ônibus para discutir a retirada dos cobradores dos coletivos e, principalmente, a migração do pagamento da tarifa para o modelo eletrônico. A discussão acontece três dias depois de o governador Paulo Câmara ter determinado, numa decisão pessoal e dada diretamente ao secretário das Cidades, Francisco Papaléo, a suspensão do processo de retirada dos profissionais dos ônibus.

LEIA MAIS
Governador Paulo Câmara suspende retirada dos cobradores de ônibus
MPPE está de olho na retirada dos cobradores dos ônibus
MPPE discute retirada dos cobradores dos ônibus dia 17/4
Redução do valor da passagem para compensar retirada de cobradores dos ônibus. Que tal?
Um olhar especial sobre as mulheres no transporte coletivo

A reunião estava marcada antes da decisão do governador e foi provocada pelo promotor de Transportes do MPPE, Humberto Graça, por entender que o processo está sendo feito com muita rapidez e sem a devida orientação aos passageiros. O governador fez a mesma avaliação – que a mudança está prejudicando os passageiros por não estar sendo bem informada e não ter uma rede adequada para compra de cartões e créditos eletrônicos.

Vamos discutir a migração do modelo de bilhetagem, os ajustes necessários, a divulgação que vem sendo feita sobre a mudança e a necessidade de massificação dos pontos de aquisição e recarga do bilhete eletrônico. Queremos entender tudo que está sendo feito e melhorar o que for possível para beneficiar o usuário”,

Humberto Graça, promotor de Justiça

promotorhumbertogracagm

 

A reunião acontece na Promotoria de Transportes, na Rua ViosEstarão presentes o Grande Recife Consórcio de Transportes (GRCT), a Secretaria das Cidades e a Urbana-PE. Já são 32 linhas de ônibus operando na Região Metropolitana do Recife sem o cobrador, sendo que 27 delas passaram pela mudança somente no mês de março. Em sua decisão, dada no feriado da Sexta-Feira da Paixão, Paulo Câmara, entretanto, determinou que sejam suspensas apenas as futuras mudanças – duas linhas perderiam os cobradores ainda nesta segunda (17/4) e no dia 24/4.

“Vamos discutir a migração do modelo de bilhetagem, os ajustes necessários, a divulgação que vem sendo feita sobre a mudança e a necessidade de massificação dos pontos de aquisição e recarga do bilhete eletrônico. Queremos entender tudo que está sendo feito e melhorar o que for possível para beneficiar o usuário”, explica o promotor. A retirada dos cobradores e suas consequências são um assunto polêmico, alvos de muitas críticas não só da população, mas também dos rodoviários.

A Promotoria de Transportes do MPPE já deixou claro não ser contrária à migração como conceito – entende que ela é inevitável e boa para a operação diária do sistema. “Mas, da forma como está sendo feita, não parece estar beneficiando o passageiro. Principalmente pela infraestrutura oferecida para acesso aos cartões e créditos eletrônicos. A população tem sido pega de surpresa”, pontua Humberto Graça.


Veja também