17
abr

Rede de vendas do VEM será ampliada, prometem empresários e governo do Estado ao MPPE

17 / abr
Publicado por Roberta Soares às 20:49

Foto: JC Imagem
Foto: JC Imagem

 

A rede de vendas de cartões e créditos eletrônicos do VEM será ampliada de quase 500 para seis mil pontos, uma campanha publicitária será desenvolvida para orientar os passageiros e, em pouco tempo, até a venda embarcada eletrônica (no interior dos ônibus) estará à disposição dos passageiros. Essas foram as principais promessas assumidas pelos empresários de transporte e o governo do Estado diante do Ministério Público de Pernambuco (MPPE), nesta segunda-feira (17/4), durante reunião para discutir as consequências da retirada dos cobradores dos ônibus da Região Metropolitana do Recife. Enquanto a ampliação da rede não se concretiza, cartões VEM Comum continuarão sendo vendidos nos coletivos pelos motoristas.

A reunião foi muito boa. Aproveitamos para entender como o processo está sendo feito, esclarecer dúvidas e informações desencontradas. Foi consenso de que a rede de vendas de cartões e créditos é insuficiente e que isso está prejudicando a população. Os empresários assumiram o compromisso de dar capilaridade a essa rede, buscando novos parceiros e, principalmente, novas tecnologias para ampliá-la. No dia 22 de maio estaremos recebendo esse retorno e definindo novas estratégias”,

Humberto Graça, promotor de Transportes

Pelo menos parte dessas mudanças terão que acontecer até o dia 22 de maio, data em que os envolvidos no processo voltam a se reunir, mais uma vez na Promotoria de Transportes, para apresentar os avanços e definir os futuros passos da ampliação da rede. Já são 32 linhas de ônibus que estão operando sem cobradores, sendo que 27 delas perderam os profissionais somente em março, pegando a população de surpresa. Com a retirada dos cobradores, os passageiros são obrigados a ter um cartão VEM para realizar a viagem, caso contrário não podem fazer a viagem. Diante da velocidade adotada pelo setor empresarial e pelo Grande Recife Consórcio de Transporte (GRCT), o MPPE convocou o encontro, que aconteceu três dias depois de o governador Paulo Câmara decidir, pessoalmente, suspender a retirada dos profissionais dos coletivos.

jc-cid0418_artecobrador

 

“A reunião foi muito boa. Aproveitamos para entender como o processo está sendo feito, esclarecer dúvidas e informações desencontradas. Foi consenso de que a rede de vendas de cartões e créditos é insuficiente e que isso está prejudicando a população. Os empresários assumiram o compromisso de dar capilaridade a essa rede, buscando novos parceiros e, principalmente, novas tecnologias para ampliá-la.
No dia 22 de maio estaremos recebendo esse retorno e definindo novas estratégias”, afirmou o promotor de Transportes, Humberto Graça.

Também estaremos iniciando em breve os testes com uma nova tecnologia embarcada, ou seja, que permitirá a compra de cartões e créditos dentro do coletivo. Iremos ampliar nossa rede com novos parceiros e novas estratégias de vendas”,

Fernando Bandeira, da Urbana-PE

LEIA MAIS
Governador Paulo Câmara suspende retirada dos cobradores de ônibus
MPPE está de olho na retirada dos cobradores dos ônibus
MPPE discute retirada dos cobradores dos ônibus dia 17/4
Redução do valor da passagem para compensar retirada de cobradores dos ônibus. Que tal?
Um olhar especial sobre as mulheres no transporte coletivo

O promotor fez questão de ressaltar, entretanto, que não é contra o processo de retirada dos cobradores por entender que ele beneficia a operação de transporte. “A Promotoria não é contra, ao contrário, é a favor porque ela agiliza as viagens, tornando os embarques mais rápidos. Não é à toa que o mundo inteiro adotou o modelo sem cobradores. Além disso, o pagamento eletrônico da tarifa retira dinheiro dos coletivos e reduz a violência porque o principal alvo do assaltantes ainda é a renda do ônibus”, defendeu Humberto Graça.

Por isso o governador Paulo Câmara suspendeu o processo. Somente depois do dia 22 de maio voltaremos a discutir se faremos ou não mudanças em outras linhas”,

Francisco Papaléo, secretário das Cidades

 

Fernando Bandeira, presidente da Urbana-PE, garantiu que no prazo acordado com o MPPE a rede estará com uma capilaridade muito maior do que a existente atualmente, não só com a ampliação dos pontos, mas também com o uso de novas tecnologias. Além do APP Vem Ponto Certo, pelo qual é possível adquirir créditos eletrônicos, a parceria com o APP CittaMobi, com a mesma função, também será retomada nas próximas semanas. “Também estaremos iniciando em breve os testes com uma nova tecnologia embarcada, ou seja, que permitirá a compra de cartões e créditos dentro do coletivo. Iremos ampliar nossa rede com novos parceiros e novas estratégias de vendas”, prometeu.

O secretário das Cidades, Francisco Papaléo, que participou da reunião como gestor do sistema de transporte, ao lado do GRCT, garantiu que o poder público está atento às melhorias que serão feitas na rede de vendas. “Por isso o governador Paulo Câmara suspendeu o processo. Somente depois do dia 22 de maio voltaremos a discutir se faremos ou não mudanças em outras linhas”, disse.

Fernando Bandeira garantiu, mais uma vez, que os cobradores que estão deixando as linhas de ônibus não estão sendo demitidos. Ao contrário, têm sido aproveitados em outras funções, principalmente como motoristas. A informação foi referendada pelo governo e pelo promotor de Justiça. As demissões que aconteceram na empresa Caxangá e foram motivo de greve dos rodoviários teriam sido provocadas por outras razões, entre elas flagrantes de fraudes no sistema.

jc-cid0402_deolho02-web


Veja também