05
nov

Porto de Galinhas no ar e no mar

05 / nov
Publicado por Leonardo Vasconcelos às 8:37

A famosa praia de Porto de Galinhas é bonita demais para ser admirada apenas de um ângulo. O Blog Mochileo não se contentou apenas com a visão da terra e literalmente mergulhou nas belezas escondidas no fundo das piscinas naturais. Ainda não satisfeito pegou carona em um paramotor para se deslumbrar com a paisagem vista do alto. Seja dentro d’água ou no céu, Porto de Galinhas é mesmo um colírio para os olhos.

Porto de Galinhas

Adrenalina e beleza com o paramotor

O som do vai e vem das ondas quebrando na areia é subitamente interrompido por um barulho de motor se aproximando em Porto de Galinhas. Confortavelmente sentado em uma cadeira de praia, você olha pra um lado e pro outro à procura de alguma lancha. Em vão. A origem do ruído, na verdade, vem do céu. Deslizando pelas nuvens, surge o paramotor anunciando do alto, e em alto e bom som da hélice, que Porto de Galinhas merece ser vista de cima.

 

 

Não resisti ao “convite” e fui atrás da onde partiam aquelas máquinas voadoras. Cheguei até a “pista” de pouso e decolagem na praia vizinha de Maracaípe. Lá conheci José Sérgio Vieira, de 47 anos. Mas nem adianta procurá-lo por esse nome, pois só é conhecido como Sérgio Voador. Não à toa, afinal o ex-sorveteiro de Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste, largou tudo para se dedicar a sua paixão pelos ares. “Voar sempre foi um sonho de criança e quando eu vi pela primeira vez um paramotor no ar no município de Aliança me apaixonei. Daí corri atrás do meu sonho e hoje, graças a Deus, já faço voos há 17 anos”, afirmou Sérgio, que há 4 anos fixou residência em Porto de Galinhas.

 

Um salto no Bungee Jump mais alto da América Latina

Um mergulho nos cânions do Velho Chico

El Chepe: A mágica viagem de trem que corta o México

 

 

A conversa está boa, mas queremos voar. Realizar o sonho de todo homem é mais fácil do que se imagina com o paramotor. Basta uma pequena corrida pra pegar impulso que o motor carregado nas costas pelo instrutor faz o resto do trabalho de dar velocidade para ganhar altura. Em poucos segundos, você já está lá no alto admirando aquele visual único das piscinas naturais de Porto de Galinhas. O passeio dura em média 15 minutos e custa R$ 200.

 

 

“Na verdade eu não consigo encarar isso como um trabalho. Não tenho palavras para definir esse paraíso. Eu voo aqui todos os dias e cada vez eu vejo uma coisa nova, esse lugar é mágico e se transforma a cada minuto”, afirmou Sérgio, orgulhosamente voador.

 

Tranquilidade para admirar  o mergulho em Porto de Galinhas

Se as conhecidas piscinas naturais de Porto de Galinhas já são bonitas vistas da superfície imagina do fundo delas. É apostando em transformar essa imaginação em realidade que algumas empresas de mergulho operam no local. Embora seja costumeiramente admirado pelos turistas apenas com snorkel, poder explorar a fundo o fundo da área faz toda a diferença, já que com o cilindro de oxigênio se pode curtir melhor e com calma o espetáculo submerso da natureza.

 

 

Vamos lá então. Optamos por fazer o passeio com a Ganesh, uma operadora certificada que desde 2010 oferece o serviço em Porto de Galinhas. O chamado mergulho de batismo (voltado para iniciantes) começa muito antes de se entrar na água. Na própria loja da empresa é promovida uma aula teórica do que vai ser vivenciado minutos depois na prática. Todos os equipamentos são apresentados, bem como as instruções para quando se estiver submerso.

 

 

“É tudo muito seguro e tranquilo. O mergulho dura em média 25 minutos e vai de dois e cinco metros de profundidade. Entre 8 e 12 anos de idade precisa saber nadar, a partir de 13 não precisa e não tem limite de idade”, explicou o instrutor Flávio Gomes, conhecido como Biro-Biro.

Finalizadas as instruções é hora de cair na água. Uma jangada leva o grupo até o ponto de mergulho localizado a uns 200 metros da praia de Porto de Galinhas. Lá são colocados o colete de mergulho, cilindro, regulador, nadadeiras, máscara e cinto com lastros. Devidamente equipado, você submerge junto com o instrutor que conduz o passeio e produz os vídeos e fotos.

 

“O legal do mergulho é a sensação de gravidade zero e visão tridimensional, mas o diferencial daqui sem dúvida é a chance de admirar as mais de 50 espécies de peixes que existem na área”, finalizou Biro-Biro. O valor do mergulho em Porto de Galinhas é de R$ 120 por pessoa.

*Acompanhe o @blogmochileo também pelo Instagram, Twitter, Facebook e Youtube.


Veja também