28
jan

A maior tirolesa em atividade em Pernambuco

28 / jan
Publicado por Leonardo Vasconcelos às 7:41

 

A maior tirolesa em atividade em Pernambuco. O aposto já é convidativo por si só e quando se descobre que o equipamento parte do mesmo ponto onde é feito o rapel do Véu da Noiva I, em Bonito, no Agreste de Pernambuco, fica ainda mais difícil resistir. Pois bem, não resistimos. Os números ajudam a justificar a nossa decisão e a de muitos turistas diariamente. A tirolesa possui 300 metros de extensão, 70 metros de altura e atinge uma velocidade de quase 60 quilômetros por hora, tanto que a pessoa utiliza até uma espécie de balão como freio.

Leia mais: 

A emoção do rapel nas cachoeiras de Bonito

O voo de flyboard na Praia de Carneiros

Um salto no Bungee Jump mais alto da América Latina

 

 

Como saem do mesmo ponto, fazer os dois passeios é tipo um combo. Tem até promoção. O valor só da tirolesa é R$ 40 por pessoa, mas fazendo o pacote junto com o rapel sai por R$ 60. Um desconto no valor, mas não na emoção. Quando você tenta olhar para o final da tirolesa e quase não consegue enxergá-lo é um sinal de que a aventura vai ser boa.

 

 

A tirolesa foi construída há pouco mais de dois anos para ser mais uma opção de adrenalina no local. “Ela surgiu com a ideia de oferecer mais um serviço diferenciado aos turistas que visitam a cachoeira. Vimos que o local era propício, com uma paisagem bonita e com um grande potencial. Daí investimos na construção e ela já se tornou mais uma atração consolidada daqui. Muita gente já vem somente em busca dela”, contou Bruno Carneiro, da Alfa Adventure.

 

 

Chega de teoria e vamos para a prática. No topo da estrutura de “lançamento” encontramos Anderson Jesus, que trabalha como segurança em Maceió, prestes a descer em uma tirolesa pela primeira vez. “Expectativa a mil, coração quase saindo pela boca, mas com a certeza que será inesquecível”, disse Anderson. Expectativa atendida na opinião dele e do #BlogMochileo, que embarcou logo em seguida. Realmente são poucos segundos que marcam muito, sobretudo devido à vista privilegiada do lugar e a sensação de voar sobre a cachoeira.

 

 

Mas o turista que busca a emoção das tirolesas tem outras opções em Bonito. Uma delas é a do Bonito Ecoparque, que fica na mesma via que dá acesso as cachoeiras, só que um pouco mais longe – aproximadamente no quilômetro 21 (o caminho já é uma atração à parte). A tirolesa do local foi construída em 2007, tem 190 metros de extensão e custa R$ 20. Diferente da outra, ela é do tipo “molhada”, ou seja, parte de uma plataforma e termina na água. Um detalhe que faz toda a diferença levando em conta o calor da região e a beleza do lago onde acaba a aventura. Nada melhor que um bom banho para esfriar o corpo e a mente.

 

 

 

REDES SOCIAIS:

*Acompanhe o @blogmochileo também pelo Instagram, Twitter, Facebook e Youtube.

 


Veja também