10
out

Messi, Messi, Messi

10 / out
Publicado por Marcos Leandro às 22:27

 

No Barcelona, Messi cansou de decidir jogos. Na Argentina, a cobrança era enorme para que ele fizesse o mesmo com a camisa alviceleste, mesmo ele já sendo o maior artilheiro da história da seleção, com 61 gols. Pois este dia chegou. Equador 1×3 Argentina, um jogo para Messi chamar de “seu”.

O camisa 10 fez os três gols da vitória dos hermanos, que se classificaram para a Copa do Mundo de forma direta. Em terceiro lugar, com 28 pontos. O Brasil venceu o Chile por 3×0 e foi o primeiro, com 41 pontos. O Uruguai fez 4×2 na Bolívia e foi o segundo, com 31.

O quarto lugar ficou com a Colômbia, que empatou por 1×1 com o Peru e terminou com 27 pontos. Os peruanos ficaram em quinto e vão para a repescagem contra a Nova Zelândia. Chile e Paraguai, que ainda tinham chance, foram eliminados.

 

 

A pressão na Argentina era enorme. E aumentou logo no primeiro minuto, quando o Equador abriu o placar após falha de Mascherano e linha de passe de cabeça do ataque equatoriano.

Não tinha mais jeito. Era Messi resolver ou a Argentina amargaria o maior fiasco da sua rica e tradicional história.  E Messi foi, desta vez, o Messi do Barcelona.

Começou a jogada, que passou por Di Maria e terminou com ele mesmo empurrando a bola para o fundo da rede. Logo depois, após falha da zaga equatoriana, acertou o ângulo e virou o jogo.

No segundo tempo, com a Argentina segurando o resultado e guardando o fôlego por conta da altitude, Messi entrou em cena de novo para fazer o terceiro. O mais bonito. Por cobertura!

Argentina, ou melhor, Messi 3×1 Equador. Agora, é esperar a Copa do Mundo!

 

 

VEJA TAMBÉM

Vídeo simula pedido de Deus para Messi

Seleção argentina comemora classificação com canto homofóbico

Gol fantasma elimina EUA e leva Panamá para a Copa do Mundo

Definidos cabeças de chave para a Copa da Rússia

 


Veja também