11
nov

Com Messi discreto, Aguero faz gol da vitória argentina contra a Rússia

11 / nov
Publicado por Marcos Leandro às 12:03

 

 

Abrindo espaço para algumas experiências feitas pelo técnico Jorge Sampaoli, como o garoto Lo Celso, o zagueiro Pezzella e o volante Kranevitter, a Argentina venceu a Rússia por 1×0 em amistoso realizado neste sábado (11/11), na inauguração do reformado Luzhniki, em Moscou. O estádio, que foi utilizado nas Olimpíadas de 1980, será palco de sete jogos do Mundial de 2018, incluindo a abertura e o encerramento.

O gol da vitória foi marcado por Aguero, um dos melhores jogadores da Argentina no jogo, aos 40 minutos do segundo tempo. Messi foi discreto, com alguns lampejos de genialidade. Já a Rússia mostrou que não deve dar muitas alegrias ao seu torcedor na Copa do Mundo. Os hermanos voltam a campo na próxima terça contra a Nigéria. Messi deve ficar no banco e Dybala deve ganhar uma oportunidade de começar jogando.

 

O JOGO

Sem a pressão das Eliminatórias, quando penou para se classificar para a Copa na última rodada, a Argentina tentou voltar a mostrar um jogo de mais toque de bola. Sampaoli aproveitou a partida para promover a estreia do meia Lo Celso, revelado pelo Rosario Central e que defende o Paris Saint Germain. Ele atuou pelo lado esquerdo do meio de campo, com Enzon Perez jogando mais pelo lado direito e Kranevitter, ex-River Plate e agora no Zenit-RUS, centralizado. Na zaga, Mascherano, Otamendi e Pezzella, da Fiorentina.

Pelos lados, como de costume nos times de Sampaoli, nada de laterais de origem. Pela direita, Eduardo Salvio, do Benfica, e pela esquerda, Di Maria, do PSG. Na frente, Messi e Aguero, de volta à seleção após o acidente de carro sofrido em Amsterdã.

 

 

As três melhores chances do primeiro tempo foram de Aguero. Aos 21, após boa trama de Messi e Di Maria, o atacante se enrolou no rebote. Dois minutos depois, Aguero acertou um forte chute de fora da área, mas o goleiro Akinfeev fez ótima defesa. Já a Rússia, apostando tudo na marcação, não conseguiu assustar o goleiro Sergio Romero. Aos 44, após cruzamento de Otamendi, Aguero deu ótimo voleio, para ótima intervenção de Akinfeev.

Na segunda etapa, Messi, que fez partida discreta, quase fez um golaço aos três minutos. Aguero achou o camisa 10 dentro da área. Messi deu uma cavadinha, mas o zagueiro Rausch salvou.

Aos poucos, a Rússia foi se lançando mais ao ataque, principalmente após a entrada do meia Dzagoev. Mas foi com Glushakov que os russos quase marcaram aos 13. A bola raspou a trave de Romero.

Sampoali resolveu mexer na equipe, mas nenhuma alteração mais tática.  Na esquerda, saíram Lo Celso e Di Maria para a entrada de Alejandro Papu Gomez e Perotti. Na direita, Pavon entrou na vaga de Salvio.

E foi o atacante do Boca Juniors que recebeu, em posição duvidosa, de Messi e cruzou para a área. Aguero teve que arrematar duas vezes para fazer o gol da Argentina aos 40 minutos. Foi o trigésimo quinto gol dele pela alviceleste. No fim do jogo, Dybala ainda entrou no lugar de Aguero e Banega no de Enzon Perez.

 


Veja também