13
maio

Futebol apronta das suas e Barcelona perde a invencibilidade

13 / maio
Publicado por Marcos Leandro às 18:25

 

Por Estadão Conteúdo

O Levante acabou com a invencibilidade do Barcelona no Campeonato Espanhol e impediu a equipe catalã de fazer história. O atacante Emmanuel Boateng marcou três gols e conduziu a vitória por 5×4, neste domingo (13/5), em Valência, na penúltima rodada da competição. O Barcelona estava há 36 jogos sem perder. Eram 27 triunfos e nove empates. Campeão espanhol com cinco rodadas de antecedência, a motivação do time azul-grená era manter a invencibilidade e entrar para a história. Até hoje, apenas Athletic e Real Madrid foram campeões nacionais sem perder nenhum jogo, em 1931 e 1932, respectivamente, quando o torneio tinha apenas 18 dias de duração.

 

 

O JOGO

Sem o craque Messi, que não foi relacionado por opção do técnico Ernesto Valverde, o brasileiro Philippe Coutinho ficou com a responsabilidade de levar o Barcelona a manter a performance. O meia até fez boa atuação. Porém, não foi o suficiente. Marcou três gols, mas o restante da equipe não o acompanhou. A defesa, com Piqué e Mina, foi desastrosa. Pela primeira vez no campeonato tomou mais do que dois gols. O meio-campo tentou tabelas curtas pelo miolo da zaga adversária, sempre destruídas pelo aguerrido sistema defensivo do Levante, que explorou bem os contra-ataques.

Com a bola nos pés, o clube valenciano colocou a equipe mista do Barcelona na roda. E chegou a fazer 5×1 no placar. Boateng fez o primeiro gol aos 9 minutos do primeiro tempo. E ampliou aos 30. Coutinho diminuiu aos 38 e deu esperança ao torcedor do Barcelona. Mas, no início do segundo tempo, os catalães sofreram um ‘apagão’ e tomaram três gols em dez minutos Enis Bardhi a menos de 1 minuto, Boateng aos 4 e outra vez Bardhi aos 10 marcaram para o Levante.

 

VEJA TAMBÉM

Juventus fatura hepta na Itália

Manchester City ratifica título da Premier League

Messi marca, CR7 também em empate entre Barça e Real

 

Em enorme desvantagem, restou ao Barcelona se jogar ao ataque. Deu resultado. Coutinho fez aos 14 e aos 19. O atacante Suárez marcou o quarto, de pênalti, aos 26. Os campeões tinham ainda mais 20 minutos para buscar o empate. Foram com tudo, mas nervosos e desordenados. O adversário levava perigo nos contra-ataques. No final, quem escreveu seu nome na história foi o Levante, que derrubou o invicto sob a batuta de Boateng: 5×4. O resultado expressivo fez o Levante chegar aos 46 pontos na 15ª posição.

 

 


Veja também