26
maio

Real Madrid vence Liverpool e fatura 13ª Champions

26 / maio
Publicado por Marcos Leandro às 17:39

 

O Real Madrid faturou neste sábado (26/5), seu 13º título da Liga dos Campeões da Europa. O time espanhol venceu o Liverpool por 3×1 no estádio Olímpico de Kiev, na Ucrânia. Foi o terceiro título consecutivo dos merengues, feito que não era obtido desde o Bayern de Munique nos anos de 1970 – 1974/1975 e 1976.

Os gols foram bem inusitados. O Real abriu o placar com Benzema, em falha do goleiro Karius. Mane empatou. Mas Bale, de bicicleta e em outra falha do goleiro do time inglês, foram os lances que decretaram a continuidade da hegenonia do Real na Europa.

O JOGO

As duas equipes escalaram o que tinham de melhor para o jogo. No Real Madrid, Zinedine Zidane teve a volta de Carvajal na lateral direita. Marcelo, como sempre, na esquerda e na zaga a dupla Varane e Sergio Ramos, além de Navas no gol. No meio, o consistente trio formado por Casemiro, Modric e Kroos, com Isco mais à frente. No ataque, Benzema e Cristiano Ronaldo. No Liverpool, Jurgen Klopp manteve Karius no gol, o garoto Arnold na direita e Robertson na esquerda, com Lovren e Van Dijk na zaga. No meio, Henderson, Wijnaldum e Milner. No ataque, o veloz trio Sadio Mane, Roberto Firmino e Salah.

 

 

 

Os ingleses começaram com mais posse de bola e tentando acelerar o jogo. Mas o primeiro chute foi dos espanhóis, com Marcelo, aos 10, para fora. A resposta dos Reds foi perigosa, mas Navas cortou o cruzamento de Arnold. Aos 15, após erro de passe de Firmino no meio de campo, Cristiano Ronaldo avançou pela direita e soltou a bomba, mas a bola subiu e passou por cima do travessão.

O Liverpool assustou de novo aos 22. Robertson fez grande jogada e cruzou para Firmino, mas o brasileiro bateu em cima da zaga. No rebote, Arnold encheu o pé e Navas fez grande defesa. Logo em seguida, até então apagado no jogo, Salah disputou uma bola com Sergio Ramos no meio de campo e caiu no chão com muita dor no ombro. O egípcio deixou o gramado, foi atendido e voltou ao jogo. Mas logo depois, o melhor jogador do Liverpool caiu no gramado chorando muito e teve que ser substituído. Lallana entrou no seu lugar.

Aos 35, foi a vez do Real perder um jogador. Carvajal se lesionou e deixou o campo para a entrada de Nacho. O time inglês sentiu muito a ausência do seu craque. O Real passou a controlar o jogo como gosta e até chegou a balançar a rede aos 42, com Benzema, após rebote de Karius em cabeçada de Cristiano Ronaldo. Mas o lance foi anulado pela arbitragem, que assinalou impedimento. Aos 44, Nacho acertou a rede pelo lado de fora. Aos 47, Benzema chtou rente à trave.

As duas equipes voltaram para o segundo tempo com as mesmas formações que acabaram a etapa inicial. Logo aos dois minutos, Isco recebeu um “presente” de Lallana e ficou livre dentro da área. Ele tirou de Karius, mas a bola explodiu no travessão e saiu.

Porém, o verdadeiro presente de Natal antecipado foi dado na sequência pelo goleiro Karius. O goleiro do Liverpool tinha a bola em suas mãos e tentou sair jogando rápido. Benzema esticou a perna, a bola bateu nele e foi rolando mansamente para o gol. Real 1×0 aos cinco. O Liverpool foi para cima e logo conseguiu o empate aos nove minutos. Após escanteio, Lovren cabeceou e Mane empurrou para o gol: 1×1.

 

 

Aos 15, Zidane sacou Isco para a entrada de Bale. E quis o destino que no seu primeiro lance, o galês acertasse uma linda bicicleta, sem chance para Karius: Real 2×1.

 

Foto: FRANCK FIFE / AFP

 

Aos 24, quase os Reds empataram. Mane arriscou de fora da área e a bola acertou a trave de Navas. Aos 28, Cristiano Ronaldo teve a chance de fazer o terceiro, mas foi travado por Robertson na hora do chute.

Mas aos 37, Bale fez o terceiro do Real Madrid. Ele arriscou de longe e o goleiro Karius falhou feio: 3×1 para o Real, gol que sacramentou a 13ª taça da Champions para o time merengue.

publicidade


Veja também