02
mar

Parlamentares defendem o PP na majoritária de Paulo Câmara

02 / mar
Publicado por Giovanni Sandes às 6:38

Deputado federal Eduardo da Fonte. Foto: Divulgação/ Câmara dos Deputados

 

Cada um tem uma versão. Mas seja para vice-governador ou Senado, o PP é a bola da vez quando o tema é a montagem da chapa majoritária do governador Paulo Câmara (PSB).

O partido, como adiantou a coluna em 14 de julho de 2017, já tinha como objetivo de ocupar uma vaga ao Senado. Mas agora que há forte discussão na Assembleia Legislativa sobre a composição das chapas proporcionais – a dos deputados federais e estaduais –, veio dos próprios parlamentares a tese de incluir o PP na chapa de Paulo, na vaga de vice, para conter a “chapinha” articulada pelo partido, o que levou desgaste à Frente Popular com o presidente da Assembleia, Guilherme Uchoa (PDT), após o veto à entrada do filho dele, Guilherme Uchoa Júnior, no PDT, pois o excesso de votos “atrapalharia”.

O atual vice, Raul Henry (MDB), abriu mão do posto para ingresso na chapa de Paulo de seu correligionário, o deputado federal Jarbas Vasconcelos, na majoritária. A vaga de Jarbas será uma das duas para o Senado. Na versão do presidente estadual do PP e deputado federal Eduardo da Fonte, porém, a prioridade do partido não é a vice. É a outra vaga ao Senado.

A convergência nas versões é uma só: o PP na majoritária.


Veja também