29
Sep

SDS faz “faxina” e exclui dez policiais militares da corporação

29 / Sep
Publicado por Raphael Guerra às 10:35

Investigados por irregularidades, policiais militares foram excluídos das atividades por determinação da SDS. Foto: JC Imagem/Arquivo
Investigados por irregularidades, policiais militares foram excluídos das atividades por determinação da SDS. Foto: JC Imagem/Arquivo

Criticada com frequência por sindicatos e associações policiais pela postura rígida e sem diálogo, a Corregedoria Geral da Secretaria de Defesa Social (SDS) decidiu fechar o cerco aos profissionais de segurança envolvidos em processos administrativos. Em um único dia, dez policiais militares, suspeitos de vários crimes, foram excluídos da corporação. A decisão foi assinada pelo secretário Alessandro Carvalho, a pedido da Corregedoria.

Nesta semana, uma delegada da Polícia Civil também foi punida com quatro dias de suspensão das atividades após ser investigada por furar pneus de uma viatura policial na Central de Plantões da Capital.

Confira lista completa das irregularidades praticadas pelos policiais militares, segundo publicação no Diário Oficial desta quinta-feira (29):

1 – soldado Luiz Nascimento da Silva

Condenado a três anos de prisão, transitado em julgado, por apresentar, em 3 de novembro de 2004, dois atestados médicos falsos com a finalidade de justificar ausências ao serviço da Penitenciária Agroindustrial São João.

2 – cabo Genival Francisco dos Santos

Forneceu informações privilegiadas a um grupo criminoso envolvido com tráfi co de drogas, informando que seria desencadeada pela Polícia Civil a operação “Pescador”, possibilitando a frustração da ação policial.

3 – soldado Carlos Eduardo Alves Gonçalves da Silva

Autuado em flagrante, no dia 02 de outubro de 2014, na Rua Ematuba, Várzea, Recife, por encontrar-se na posse de um veículo roubado e com a placa adulterada. É réu na Quarta Vara Criminal da Capital.

4 – sargento Luiz Donato dos Santos Júnior (bombeiro militar)

Condenado a 14 anos de prisão pelo assassinato da companheira dentro de um motel em Olinda, em 17 de setembro de 1994.

5 – sargento Gilson Leal Santos

Apresentou dispensa médica falsa, no dia 19 de maio de 2009, visando justificar a falta ao trabalho no dia 02 de maio do mesmo ano, no Posto do BPRv de Maria Farinha.

6 – soldado Sérgio Jonhs Felipe Santiago

Em maio de 2014, na Galeria Casa Caiada Center, em Casa Caiada, Olinda, local onde funcionava uma casa de jogos de azar, roubou R$ 1,4 mil em dinheiro que estava com a creditadora de um estabelecimento de jogos de azar – pertencentes a um policial militar da reserva remunerada.

7 – soldado Lucemir Ivo dos Santos

Conduziu o veículo da Polícia Militar usado para a fuga do colega, Sérgio Jonhs, após o roubo de dinheiro (caso acima).

8 – soldado Wagner Henrique Nunes

Era integrante da Guarnição Tática, na época do crime acima, e presenciou passivamente o roubo, acompanhando os dois primeiros na fuga.

9 – soldado Alexandre Leal da Silva Júnior

Por voltas das 12h40 do dia 28 de junho de 2014, na Rua Doutor Eudes Costa, Água Fria, no Recife, praticou um homicídio.

10 – soldado Marcos Aurélio Coutinho

no dia 7 de março de 2012, apresentou licença médica falsa. Respondeu a processo pelo delito.

Leia Mais

Policial punido após tentar entrar em festa sem pagar ingresso

PM punido após exigir dinheiro e favores sexuais à mulher de motorista bêbado

SDS afasta policiais militares suspeitos de assaltar taxistas


Veja também