18
abr

Policiamento terá hora para acabar nas festas de São João em Pernambuco

18 / abr
Publicado por Raphael Guerra às 9:39

Festas de São João vão contar com policiamento em horários restritos. Foto: Edmar Melo/ Arquivo JC imagem
Festas de São João vão contar com policiamento em horários restritos. Foto: Edmar Melo/ Arquivo JC imagem

Atualizada às 19h15

Mesmo com a violência em alta, o policiamento durante as festas de São João em Pernambuco terão hora para acabar. Portaria da Secretaria de Defesa Social (SDS), com regras para a segurança no período junino, também determinou restrições aos horários de atuação da Polícia Militar.

De 2 a 22 de junho, período que antecede o São João, os locais de festas terão policiamento das 10h às 17h e das 20h à meia-noite. O mesmo acontecerá de 25 de junho a 2 de julho – período posterior. Somente nos dias 23 e 24 de junho, dias oficiais de São João, é que o horário de atuação da PM será um pouco maior. Ao invés da meia-noite, a polícia atuará até as 2h da manhã.

A medida não deve agradar comerciantes e o cidadão em geral que espera o ano todo pelo São João. Principalmente no município de Caruaru, no Agreste do Estado, conhecido como a capital do forró e que recebe turistas de todo o País.

Histórico

No Carnaval deste ano, o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) recomendou que alguns municípios encerrassem as festas antes da meia-noite com o objetivo de tentar reduzir a violência. Isso porque alguns comandantes de batalhões da PM confirmaram que não teriam policiamento suficiente para garantir a segurança da população durante a madrugada.

SDS se pronuncia

“A Polícia Militar de esclarece que a portaria não limita horários do policiamento ostensivo, que ocorre 24 horas por dia, cobrindo todo o território pernambucano. A normativa regula a duração de grandes eventos e shows contratados pelas prefeituras, como ocorre todos os anos e também em outras festas do calendário oficial, a exemplo do Carnaval. Essa organização de horários, feita em conjunto com as prefeituras e as polícias Civil, Científica e Corpo de Bombeiros, norteia apenas o planejamento do efetivo para aquele evento ou show, garantindo a segurança necessária para que a população brinque a festa junina com tranquilidade, como já é uma tradição de Pernambuco. Vale ressaltar que, os horários podem ser ajustados, em comum acordo, e isso já está previsto para algumas apresentações artísticas e culturais de grande porte, a exemplo das que ocorrem em Caruaru. É fundamental reforçar ainda que o policiamento ordinário, que recobre as vias públicas das 184 cidades pernambucanas mais Fernando de Noronha, não está atrelado a essa portaria. E que será apresentado à imprensa, no próximo mês, todo o plano de ação da Segurança Pública para o período junino.”
Leia também

Pernambuco registrou, em média, 18 assassinatos por dia em março

 

 


Veja também