14
jul

Diretor de presídio do Complexo do Curado é exonerado

14 / jul
Publicado por Raphael Guerra às 8:58

Presídio Frei Damião de Bozzano foi cenário de rebelião, mortes e fugas em massa. Foto: JC Imagem/Arquivo

Com as três unidades do Complexo Prisional do Curado em colapso, a Secretaria Executiva de Ressocialização (Seres) começou a promover mudanças nas diretorias. João Fernandes Barros foi exonerado da gerência do Presídio Frei Damião de Bozzano, que nas últimas semanas foi cenário de rebelião, fugas em massa, mortes e apreensão constante de armas de fogo. Quem assume o lugar dele é Arthur Henrique de Oliveira. A troca foi publicada no Diário Oficial desta sexta-feira (14).

João Fernandes é vasto histórico em cargos de gerência no sistema prisional. Já comandou o Centro de Observação e Triagem (Cotel), em Abreu e Lima, e, antes de assumir o Presídio Frei Damião de Bozzano, em janeiro de 2016, foi gestor da Penitenciária Barreto Campelo, em Itamaracá.

Na época, Fernandes foi afastado do cargo porque a unidade prisional também registrou uma fuga em massa. Mais de 50 detentos conseguiram fugir. O caso teve repercussão nacional. O Ronda JC denunciou que o Governo do Estado foi alertado sobre o perigo de fuga, mas, mesmo assim, não tomou medidas de segurança para evitá-la.

Leia Também

Os presídios, de novo, no centro da crise. Até quando?

A farra do uso de celulares e redes sociais nos presídios de Pernambuco

Lembra da festa no presídio feminino do Recife? Ninguém foi punido

Polícia descobre plano para resgatar acusados de roubo à Brinks, no Recife

Após fuga em massa, gestora da Funase de Abreu e Lima é exonerada

 

 

 


Veja também