16
jan

Os municípios de Pernambuco com maior número de assassinatos em 2017

16 / jan
Publicado por Raphael Guerra às 8:40

Pernambuco registrou 5.427 homicídios em 2017. É o pior resultado da história. Foto: JC Imagem/Arquivo

Pernambuco fechou o ano de 2017 com o recorde histórico de homicídios. No total, oficialmente, foram 5.427 mortes. Destas, 3.062 aconteceram em cidades do Interior. No entanto, são os municípios da Região Metropolitana do Recife que estão entre os mais violentos e com maior número de assassinatos. A capital, naturalmente, lidera o ranking (confira abaixo lista completa).

Em 12 meses, Recife registrou 791 mortes. É o pior resultado desde 2009, quando foram contabilizados 818 homicídios. O número representa 14% do total de assassinatos no Estado em 2017. Apesar da promessa de investimentos com apoio da prefeitura, a capital não conseguiu atingir a redução esperada. Pelo contrário, viu os números crescerem seguindo a tendência estadual.

Jaboatão dos Guararapes é o segundo da lista de mais violentos, de acordo com o levantamento da Secretaria de Defesa Social (SDS). No total, 398 pessoas foram assassinadas em 2017. Também o pior resultado desde 2009. Uma das apostas para reduzir a violência na cidade é desarticular quadrilhas envolvidas com tráfico de drogas e extermínio. Na semana passada, um dos delegados mais experientes do Estado assumiu uma delegacia de homicídios de Jaboatão.

Levantamento do Ronda JC mostra que houve aumento de 39% no número de homicídios no governo Paulo Câmara se comparado com os resultados obtidos no mesmo período da segunda gestão de Eduardo Campos.

Confira a lista dos municípios com maior número de mortes em 2017:

Recife – 791

Jaboatão dos Guararapes – 398

Caruaru – 262

Paulista – 223

Cabo de Santo Agostinho – 198

Olinda – 163

Ipojuca – 139

Petrolina – 131

Vitória de Santo Antão – 123

Igarassu – 92

Camaragibe – 92

Abreu e Lima – 71

Fonte: SDS

LEIA TAMBÉM

Há dois anos no STJ, pedido de novo júri para o Caso Serrambi segue indefinido

Os 7 crimes que abalaram Pernambuco em 2017

 


Veja também