11
abr

Sem qualquer higiene, celas da Delegacia de Caruaru parecem pocilgas

11 / abr
Publicado por Raphael Guerra às 10:30

Segundo o MPPE, presos ficam em celas sem qualquer tipo de higiene. Foto: Internet

Uma vistoria realizada por agentes de Gerência de Vigilância em Saúde de Caruaru, no Agreste de Pernambuco, na principal delegacia da cidade comprovou a falta de higiene nas celas onde ficam as pessoas presas em flagrante. O cenário de tamanho nojo mais parecia uma pocilga. Para se ter uma ideia, os vasos sanitários estavam entupidos e transbordando com fezes. O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) investiga o caso.

Em relatório, a Gerência de Vigilância em Saúde afirmou que “há necessidade urgente de higienização do local, desobstrução dos vasos sanitários, verificação de funcionamento do sistema de descarga, identificação das celas por sexo e reparação das tampas da rede de esgotamento sanitário”.

Diante da precária situação, o promotor de Justiça Ernando Marzola convocou reunião para discutir melhorias na delegacia. De acordo com o MPPE, o delegado Bruno Bezerra disse que o prédio da unidade policial localizado no Morro Bom Jesus não possui contrato para serviços de limpeza das celas, nem fornecimento de alimentação aos presos, que comem apenas bolacha e água mineral.

O promotor recomendou que, a partir do próximo dia 30, os presos em flagrante sejam levados para a Penitenciária Juiz Plácido de Souza, enquanto aguardam a ida para audiência de custódia. Já as presas deverão ser levadas para a outra delegacia de Caruaru, localizada BR-104, em Pinheirópolis.

O promotor determinou ainda que uma nova vistoria seja realizada na unidade policial em 15 de maio.

A precária situação das delegacias, sob responsabilidade da Polícia Civil de Pernambuco, não é novidade. São constantes as denúncias de sujeira e falta de estrutura, principalmente nas unidades localizadas no Interior do Estado. Um exemplo é a unidade de São José da Coroa Grande, no Litoral Sul, que mais parece um imóvel abandonado.

LEIA TAMBÉM

Efetivo policial aumentou, mas delegacias continuam fechadas à noite

PM peregrina por 6 horas em delegacias para tentar registrar um flagrante

Só 37% das delegacias de Pernambuco funcionam 24 horas por dia


Veja também