13
abr

Na crise, PM só poderá usar ar-condicionado nas viaturas até às 17 horas

13 / abr
Publicado por Raphael Guerra às 8:35

Viaturas da Polícia Militar terão que reduzir gastos com combustível. Foto: JC Imagem/Arquivo

Uma orientação repassada à Polícia Militar de Pernambuco está causando polêmica nos batalhões. É que o Governo do Estado, preocupado com o aumento dos gastos com combustíveis, decidiu que é preciso economizar. Uma lista com mais de dez regras que devem ser cumpridas pelos policiais que dirigem as viaturas foi anexada ao boletim geral da PM. Uma das orientações diz respeito ao uso de ar-condicionado. A recomendação é de que o equipamento só permaneça ligado no horário das 7h às 17h. Fora desse horário, o uso está proibido.

Outra orientação aos policiais é que as viaturas sejam desligadas nas ocorrências que durem mais de dois minutos, exceto se houver risco à segurança do efetivo. Além disso, outras dicas básicas também foram informadas no documento, como manter sempre os pneus calibrados, não circular com o combustível na reserva e não pisar demais no freio.

Em nota oficial, a Polícia Militar de Pernambuco afirmou que a portaria traz apenas medidas administrativas, que visam economizar o dinheiro público. “As medidas em nada afetam trabalho ostensivo de policiamento. Pelo contrário, as verbas poupadas com a prática das propostas serão aplicadas para incrementar ainda mais o exercício de nossas atividades.”

 

Confira a lista completa das recomendações:

O abastecimento deve levar em conta a localização do posto, pois, dependendo da distância, o mais barato pode se tornar caro. Se a viatura tiver que andar 15 quilômetros para economizar R$0,10 por litro, provavelmente terá gasto todo o “lucro” no caminho;

O motorista deve acelerar a viatura de forma suave. Quanto mais for acionado o acelerador, maior é a quantidade de combustível que se envia para o motor;

Não acelerar a viatura para passar no sinal amarelo ou para evitar ser o primeiro no sinal fechado. Economiza-se combustível e também se evita acidentes;

Não pisar demais no freio. Além de gastar a pastilha de forma desnecessária, todo o esforço para atingir a velocidade é perdida;

Observar o conta-giros. Trocar marchas antes ou depois da hora, gasta mais combustível;

Não acelerar a viatura antes de desligá-la. Danifica o catalisador, o que aumenta a emissão de poluentes e prejudica o desempenho;

Quando atingir a velocidade desejada, alivie o pé. O acelerador só deve ser acionado para manter a velocidade;

Aumentar o número de pontos de estacionamento, permanecendo assim a viatura por um maior tempo desligada;

Desligar a viatura se ela for ficar parada em uma ocorrência por mais do que dois minutos, exceto quando a segurança ficar comprometida;

O motorista deve evitar andar com a viatura na reserva do tanque. Além de correr o risco de parar no meio do serviço, o pouco combustível força a bomba e isso aumenta o consumo;

Manter os pneus sempre calibrados, pois ajuda no desempenho da viatura;

Desligar o ar-condicionado quando a viatura estiver no ponto de estacionamento ou durante uma ocorrência;

Não descansar o pé nos pedais. O pé sobre o pedal do freio diminuirá a velocidade do carro. Ao ficar na embreagem, provocará desgaste prematuro do sistema;

Não acelerar a viatura quando o sinal estiver perto de abrir;

Ligar a viatura com todos os equipamentos e luzes desligados;

Permitir o uso do ar-condicionado nas viaturas operacionais apenas no turno diurno, das 7h às 17h.

LEIA TAMBÉM

Quase 10% dos policiais militares devem deixar as ruas até o ano que vem

Vem aí um novo concurso para a Polícia Militar de Pernambuco

PM peregrina por 6 horas em delegacias para tentar registrar um flagrante

MPPE investiga desvio de combustíveis na Polícia Militar de Pernambuco


Veja também