28
jun

Pernambucanos conquistam índice para Maratona de Boston

28 / jun
Publicado por Gabriela Máxima às 15:57

André Burgos é ultramaratonista e um dos pernambucanos com índice para Boston-2017
André Burgos é ultramaratonista e um dos pernambucanos com índice para Boston-2017

A maioria dos corredores de longas distâncias gosta mesmo é de desafio. Nessa temática, uma das metas mais emblemáticas entre os fundistas é alcançar o índice da Maratona de Boston, prova mais tradicional do mundo. Para 2017, cinco pernambucanos já conquistaram suas marcas necessárias e estão devidamente classificados para a prova norte-americana. São eles: André Burgos, Lula Holanda, Cláudio da Fonte, André Abdala e Sérgio Henrique Freire.

Eles atingiram seus respectivos tempos classificatórios na Maratona de Porto Alegre, no mês passado. A expectativa de garantir uma vaga em Boston não é algo característico dos brasileiros. A prova norte-americana é uma das mais cobiçadas e concorridas do mundo. Por isso, todos os anos a organização do evento divulga uma lista atualizada com os índices referentes à disputa do ano seguinte, seguindo uma ordem de tempo por faixa etária. A prova do próximo ano está marcada para o dia 17 de abril.

Confira os índices de Boston para 2017

Lula reúne 69 provas de longa distância no currículo
Lula reúne 69 provas de longa distância no currículo

Entre os pernambucanos com índice está o veterano Lula Holanda, de 62 anos. O ultramaratonista reúne 69 provas no currículo, mas falta completar o percurso de Boston. “Essa prova é o único sonho que falta eu realizar. A meta para esta prova em Porto Alegre era terminar em 3h50min. O frio de 0ºC na largada foi mais um desafio, porém busquei o objetivo ao qual me propus. A segunda metade da prova foi pesada, mas com fé, força e foco, mais um objetivo foi cumprido e mais um sonho está perto de ser alcançado”, relatou Lula, que fez 3h49min05seg. A para a sua faixa etária é de 3h55min.

Há 11 anos Lula conduz a Associação de Corredores da Jaqueira (Acorja), um dos grupos mais tradicionais do Recife. Além dele, o acorjeano Burgos também está perto de realizar o sonho de Boston. Aos 34 anos, ele precisava concluir os 42km em 3h10min. Conseguiu. “No final do ano passado decidi tentar o índice de qualificação para Boston. Minha primeira tentativa foi na Maratona da Disney, em janeiro deste ano, mas foi frustrante porque terminei em 3h20min07, bem longe do tempo da minha faixa etária. A segunda foi em Porto Alegre, e foi na raça, com um frio que jamais imaginaria enfrentar numa maratona”, conta o corredor, que completou o percurso em 3h04min42seg.

Cláudio da Fonte concluiu a Maratona de Porto Alegre em 3h09min
Cláudio da Fonte concluiu a Maratona de Porto Alegre em 3h09min28seg

Também acorjeano e integrante da Nunage Running, Cláudio da Fonte é mais um exemplo de superação. “O frio da prova fez com que eu não sentisse meus pés e minhas mãos, mas Porto Alegre foi uma maratona inesquecível. Fiz o tempo que planejei com meu coach Nuno Trigueiro, sendo prudente por conta da minha lesão na panturrilha”, contou o atleta, que terminou em 3h09min28seg.

Os outros pernambucanos que conseguiram o índice de classificação são André Abdala, com 3h00min01seg; e Sérgio Henrique Freire, com 3h04min05seg. Os dois atletas também integram a Nunage Running.

 


Veja também