25
abr

Mitos e verdades sobre dietas para emagrecer

25 / abr
Publicado por Gabriela Máxima às 12:14

Subestimar ajuda profissional é um dos erros mais recorrentes das pessoas que querem mudar o estilo de vida. Elas procuram soluções rápidas para emagrecer, mas acabam cometendo erros que comprometem a saúde e a qualidade de vida. As dicas do senso comum podem revelar informações equivocadas, embora sejam tratadas como verdades absolutas. O nutricionista Rafael Sá esclareceu os principais mitos e as verdades sobre dietas (confira o quadro abaixo).

Ele explicou que não existe um estudo sequer para comprovar que consumir carboidratos à noite aumentará a gordura corporal. “É um mito. Não atrapalha o processo de emagrecimento. É só uma questão de fazer o balanço correto dos nutrientes”, observou o profissional, que completou. “Essa ideia surgiu a partir de teóricos que dizem que o metabolismo diminui à noite, quando o corpo está de repouso. Mas o organismo continua trabalhando e queima calorias. Essas teorias nunca foram comprovadas”, garantiu o nutricionista.

Outros assuntos são polêmicos e geram discussões: consumo de ovos, azeite, jejum, entre outros. Muitas informações sobre dietas, emagrecimento e exercícios são propagadas como verdades, mas nem sempre elas são confirmadas cientificamente. Os especialistas ensinam aos seus pacientes que, antes de pensar no resultado, é necessário reeducar a alimentação e mudar os hábitos, porque o que importa mesmo é a saúde e a qualidade de vida.

FIQUE POR DENTRO

O nutricionista esportivo Rafael Sá esclareceu o que é mito e verdade no processo de emagrecimento.

carboidratos748

1. Carboidrato à noite engorda?
Mito. Não existe um estudo que comprove que consumir carboidrato à noite vai aumentar gordura corporal. Também não atrapalha o processo de emagrecimento. É apenas uma questão de balanço correto dos nutrientes. Essa teoria surgiu de algumas pesquisas – não comprovadas – que apontam que o carboidrato ajuda na formação de gordura. Acreditava-se que o repouso do corpo resultaria em um metabolismo menos acelerado, auxiliando a formação de gordura. Mas o sono ajuda a queimá-la. As teorias nunca foram comprovadas.

jejum748

2. Fazer jejum durante muitas horas ajuda a emagrecer?
Essa é uma prática comum em algumas culturas. O Ramadã exige muitas horas de jejum e pode ser um exemplo. Agora já estão disponíveis estudos com protocolos com janelas de alimentação, que comprovam que a restrição calórica ajuda a emagrecer. Mas é necessário orientação de um profissional de nutrição. Ele vai organizar o cardápio de acordo com cada pessoa. Acredito que é um processo de reeducação alimentar. Eu não acho uma estratégia interessante, porque pode ser ruim para a construção de massa muscular e para o desempenho de treino.

liquidos470

3. Líquido nas refeições engorda?
Depende do tipo do líquido. Refrigerante e sucos pode contribuir para o ganho de gordura. Água e chás, por outro lado, não possuem valor calórico, mas também não podem ser consumidos em grandes quantidades para não atrapalhar o processo digestivo. Vale sempre lembrar que muito líquido pode atrapalhar na digestão.

homemxmulher748

4. Homens emagrecem mais rápido do que as mulheres?
Na maioria das vezes sim. Isso acontece porque o homem tem mais massa muscular do que a mulher, o que influencia no maior gasto energético. Quando ambos são colocados na mesma situação, com a mesma dieta, o homem apresenta essa vantagem de ter o metabolismo mais acelerado. No entanto, percebo que as mulheres são mais disciplinas, o que potencializa seus resultados.

 

5. Água com limão pela manhã emagrece?
Mito. Não existe nenhuma evidência que comprove que o consumo de água com limão ajuda a emagrecer. O único ponto positivo é a hidratação depois de um longo jejum. O limão também é vitamina C e antioxidante. Mas falar que aumenta metabolismo já é um pouquinho absurdo. Além disso, como não tem valor calórico, a bebida se torna interessante para outros horários do dia, podendo ser substituída por sucos.

ovos748

6. Consumo do ovo aumenta o colesterol?
Mito. O ovo é rico em colesterol bom, o HDL. Estudos comprovam que consumir até três ovos por dia não altera o colesterol e até aumenta o HDL, evitando o risco de doenças cardiovasculares.

azeite748

7. Azeite se transforma em gordura ruim?
O azeite tem uma boa estabilidade térmica e pode ser usados para preparos dos alimentos. Existem vários estudos que apontam que o ingrediente é resistente ao aquecimento, não perde propriedades benéficas e mantém os seus compostos. Por isso o azeite possui gordura interessante para o preparo dos alimentos.

Faça o teste

Você se considera uma pessoa com hábitos saudáveis? Que tal testar seus conhecimentos e saber se realmente você está fazendo as coisas da forma correta? Clique na imagem abaixo, conecte-se com seu Facebook, responda o quiz e compartilhe seu resultado com os amigos

 

 

 

 


Veja também