15
jan

A diferença entre homem e mulher no treino para músculos superiores

15 / jan
Publicado por Luana Ponsoni às 16:31

As mulheres precisam se dedicar ainda mais ao treino e dieta para desenvolver os músculos da parte superior

 

É comum escutar de boa parte de mulheres que estão começando a praticar musculação a seguinte frase: “quero dar ênfase aos treinos para pernas porque não desejo ficar com braço masculinizado”.  Só que o crescimento muscular, no corpo como um todo, conta com a interferência de vários fatores, entre os quais a produção do hormônio testosterona.

Por ser sintetizada em pequena quantidade no organismo feminino, essa substância é conhecida como ‘hormônio masculino’, sendo uma das principais responsável pela hipertrofia. Por esse motivo, é pouco provável que, ao investir em treinamento de força para os membros superiores, a mulher vá obter um ganho de massa magra que ultrapasse as suas características genéticas.

Ainda assim, para conquistar um volume considerável de músculos nos braços, a mulher precisa ter uma alimentação bem equilibrada, em qualidade e quantidade elaboradas por um nutricionista esportivo, e também fazer um treino intenso, que promova grandes alterações na musculatura.

BENEFÍCIOS

Além dos benefícios estéticos, o treino para membros superiores também previne ou atenua problemas posturais. Um corpo fortalecido apenas da cintura para baixo não é harmônico e pode apresentar problemas de alinhamento e postura.

Fortalecer a parte superior também traz ganhos funcionais para o treinamento. Para realizar exercícios como agachamento, por exemplo, é indispensável que braços, costas, peitoral, abdômen e toda a região do core estejam fortalecidos. Com isso, é possível oferecer um trabalho mais intenso às coxas e aos glúteos.

 


Veja também