26
abr

Hipertensão arterial: entenda como o exercício atua na prevenção

26 / abr
Publicado por Luana Ponsoni às 14:45

 

Além pegar leve no sal e manter uma alimentação equilibrada, a prática de atividade física regular é uma grande aliada para prevenir e combater a hipertensão arterial. Segundo o doutor, professor e coordenador do núcleo de pós-graduação em educação física do IDE, Breno Farah, o exercício ajuda porque reduz o estresse cardíaco, tornando o coração mais eficiente, e aumenta a capacidade vasodilatadora (redução da resistência que o sangue causa ao passar pela artéria).

O especialista alerta, porém, que para atingir essa finalidade a atividade física tem de ser feita regularmente. “Todos os dias, preferencialmente. Atualmente, recomenda-se um mínimo de 150 minutos de atividade física de intensidade moderada por semana. No entanto, pessoas que não conseguem atingir tais recomendações, devem ser ativos fisicamente o quanto conseguirem. O importante é se movimentar”, explica.

Farah conta que todos os exercícios ajudam no combate à hipertensão arterial. No entanto,  sociedades nacionais e internacionais de cardiologia e hipertensão costumam recomendar a prática de exercícios aeróbicos complementados com treinamento de força.

Já as pessoas que desenvolveram a hipertensão precisam ter certa cautela ao se submeterem a exercícios. 

 

Essas pessoas devem iniciar a prática do exercício quando os valores de pressão arterial estiverem controlados. Ou seja, pressão sistólica abaixo de 160 mmHg e a diastólica abaixo de 100 mmHg. Outro ponto importante é que o exercício deve ser realizado apenas quando o paciente estiver em uso de medicamentos anti-hipertensivos”

Breno Farah

 

Em todo caso, é primordial se submeter a uma consulta com um cardiologista para o hipertenso saber se poderá iniciar a prática de exercícios. Uma vez liberado, é importante também buscar as orientações de um professor de Educação Física especialista na área.

 


Veja também