PUBLICIDADE
24
out

UFPE terá dois novos cursos em 2019

24 / out
Publicado por Margarida Azevedo às 10:32

Fera de engenharia de produção, Rogério gosta do Sisu, mas defende bônus para alunos de Pernambuco. Foto: Filipe Jordão / JC Imagem

(Alterado às 16h30 para correção de informação)

Dois novos cursos serão ofertados pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) em 2019: bacharelado em artes visuais e engenharia de telecomunicações, ambos no Recife. O primeiro terá 20 vagas e o segundo, 40. As graduações serão incluídas no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) , processo seletivo que a UFPE integra e é coordenado pelo Ministério da Educação (MEC).

Para o próximo ano, a UFPE terá 6.972 vagas no Sisu, 20 a mais que as ofertadas em janeiro deste ano. A previsão é abrir as inscrições em janeiro.  Para concorrer, é preciso fazer o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), marcado para 4 e 11 de novembro.

Metade das vagas é destinada a quem estudou todo o ensino médio em escola pública. Outra novidade, já anunciada pela instituição, é a mudança de pesos e/ou notas mínimas em 12 graduações.

Com a migração da cidade de Goiana da Zona da Mata para a Região Metropolitana do Recife, a UFPE anunciou também a retirada da concessão de bônus regional para candidatos do município que pretendem ingressar no câmpus de Vitória de Santo Antão.

Conheça os cursos da UFPE

Engenharia de telecomunicações vai fazer parte do conjunto de vagas do CTG. Os aprovados ingressam na engenharia e só após um ano de curso definem qual área vão seguir. As 40 vagas da nova graduação foram subtraídas da engenharia eletrônica, que passa a ter também 40 vagas.

“Percebemos um crescimento das telecomunicações, com telefonia celular, robótica, internet das coisas. Os alunos de eletrônica já estudavam telecomunicações. O que fizemos foi separar em dois cursos”, explica o chefe do Departamento de Eletrônica e Sistemas, Joaquim Martins.

Sobre o bacharelado em artes visuais, a UFPE diz que “o curso caracteriza-se pela formação profissional do artista visual contemporâneo sintonizado com as várias modalidades e interfaces desse campo do saber com as várias linguagens artísticas, construindo uma poética própria, mas que possa estar relacionada ao mundo artístico contemporâneo, além de ser capaz de colaborar para o reencontro cultural”.

Ainda conforme a universidade,  “o mercado de trabalho para esse profissional é a atuação no circuito da produção artística e também em áreas correlacionadas em que se requer o potencial criativo aliado ao conhecimento da área das artes visuais”.

BÔNUS

O fera de engenharia de produção Rogério Amaral, 18 anos, aluno do Colégio Santa Maria, destaca como ponto positivo do Sisu o fato de ser necessário fazer o Enem, cuja a prova é igual para todos, mas critica a disponibilização das vagas locais para o Brasil inteiro.

“As universidades de Pernambuco poderiam adotar um bônus para quem é do Estado, como fazem algumas instituições paulistas”, sugere Rogério.

SAIBA MAIS

Distribuição das vagas da UFPE no Sisu

5.522 no Recife
1.020 em Caruaru
430 em Vitória de Santo Antão

Novos cursos
– Bacharelado em artes visuais, com 20 vagas
– Engenharia de telecomunicações, com 40 vagas

Mudanças
– O curso de engenharia eletrônica perdeu 40 vagas, cedidas para engenharia de telecomunicações
– Doze graduações tiveram alterações de pesos e/ou notas mínimas
– O bônus de 10% na média final deixa de ser oferecido para candidatos de Goiana, uma vez que a cidade passou a integrar a Região Metropolitana do Recife (antes era da Zona da Mata)


Veja também