PUBLICIDADE
11
nov

Professores do Colégio Santa Maria comentam provas do 2º dia do Enem

11 / nov
Publicado por Margarida Azevedo às 17:21

Foto: Filipe Jordão / JC Imagem

Professores do Colégio Santa Maria, que mantem unidades em Boa Viagem, no Recife, e no Paiva, no Cabo de Santo Agostinho, comentaram as provas de matemática e ciências da natureza do Enem, aplicadas neste domingo. Vale destacar que as questões citadas pelos docentes nos comentários referem-se ao caderno de provas azul.

Os candidatos responderam 45 questões de cada teste. Matemática é a única disciplina, entre as provas objetivas, que aparece sozinha no exame. O teste de ciências da natureza abrange perguntas de biologia, física e química.

CIÊNCIAS DA NATUREZA

Comentários dos professores Andreson Nascimento, Arthur Jones, Carlos Júnior, Davi Morato, Edautro Souto, Paulo Meira, Paulo Roberto, Paulo Wendel, Pedro Loureiro, Pietro Santiago, Roberto Carlos, Robson Villar, Rodrigo Bacelar e Rodrigo Cunha

Física

Observamos que houve incidência maior de questões de mecânica, como nos anos anteriores. Notamos a presença de questões qualitativas, que exigiram do candidato uma maior habilidade matemática. Destacamos questões interdisciplinares com química, como, por exemplo, a da queima do caju (questão 117- prova azul) e de biologia, como a de acuidade visual (questão 132 – prova azul).

Biologia

Os conteúdos atenderam às expectativas, com questões contextualizadas e boa interdisciplinaridade com assuntos da área de ciências da natureza. Assuntos como ecologia e citologia lideraram em número de questões. Temáticas como imunização e fisiologia humana também apareceram na prova.

Conceitos como tropismo, competição, segregação dos genes e controle biológico foram cobrados, mostrando que o Enem está disposto a falar de diversos temas dentro da biologia. Sentimos falta de conteúdos como evolução e mais questões sobre zoologia, biotecnologia e bioquímica.

Metabolismo Energético foi cobrado dentro de uma questão de nível alto, na qual se comenta o papel do 2,4-dinitrofenol como bloqueador da bomba de prótons da cadeia transportadora de elétrons.

A presença de compostos em fármacos descartados inadequadamente nos esgotos domésticos decorrente da eliminação metabólica por humanos reclama a necessidade de novas etapas nas estações de tratamento de efluentes para garantir a eliminação desses fármacos antes de o efluente ser lançado no receptor final.

Química

Uma análise detalhada da prova de química revela um padrão de cobrança que se assemelha ao de anos anteriores, com a presença de assuntos como eletroquímica, oxirredução, ligações intermoleculares e seus reflexos na propriedade física de compostos orgânicos, reciclagem de polímeros, termoquímica, volumetria de neutralização, além da inter-relação disciplinar em questões de química ambiental.

Usando uma abordagem bem contextualizada, a prova evitou cálculos densos e valorizou a interpretação e estímulos a propostas de intervenção para a redução de impactos ambientais no tratamento de resíduos da construção civil e da indústria farmacêutica (quesitos 104 e 115).

Lamentamos a ausência de assuntos não menos importantes como estequiometria, isometria, cinética química e equilíbrio químico, que poderiam ser abordados em detrimento a algumas repetições de assuntos verificados no corpo da prova. Salientamos a qualidade da construção da questão 123 pela sutileza na inter-relação envolvendo química com biologia.

A ação humana no uso da fissão nuclear em testes de armas a céu aberto, de 1950, resultou na liberação de variados isótopos radioativos, entre eles, o Sr90 que, por ser da família 2A, assemelha-se ao Cálcio, podendo substituí-lo na constituição do tecido ósseo.

Da leitura do texto, entende-se que o reaproveitamento do concreto tem como benefício ambiental a substituição do particulado rochoso, que é formado pela brita obtida da trituração da rocha.

MATEMÁTICA

Comentários dos professores Everson Trigueiro, José Valter, Kenji Chung, Luiz Cabral, Marcello Menezes e Mário Mazullo

A segunda parte da prova, referente às 45 questões de matemática, nesta edição de 2019, apresentou uma distribuição de conteúdos que exigia do estudante conhecimento abrangente dos programas do ensino fundamental e do ensino médio. Sentimos falta de questão de função quadrática e progressões geométricas, assuntos clássicos de anos anteriores. Marcaram presença questões de matrizes, logaritmos, função trigonométrica, probabilidades, entre outras.

Destacamos o avanço da qualidade do Exame na prova de matemática, cujas questões, com textos mais objetivos e menos operações aritméticas, favoreceram o candidato que sabe administrar o tempo. Provas bem-feitas discriminam melhor o espaço amostral.

A questão 144 aborda o assunto matrizes relacionado à tabela de dupla entrada, cujas linhas representam as quantidades acertadas pelos alunos, e as colunas indicam os dias da semana, de segunda a sexta-feira. O dia de maior quantidade é aquele em que a soma dos elementos das colunas é a maior. Logo, a alternativa correta é a letra A, correspondente à segunda-feira.

Já a questão 175 foi bem interessante e trouxe os princípios dos vasos comunicantes. Como os reservatórios R1,R2, R3, R4 e R5 vão ter a mesma altura, para que cesse o fluxo, temos que a soma dos volumes dos reservatórios e dos quatro canos equivale ao volume que baixou do reservatório 5(R5). Logo, o volume de R1=R2=R3=R4= p.1,52.h, o volume de cada cano p(0,05)2.20 e o volume de R5 que foi distribuído é p.22(3,3-h). Assim, 4.p.1,52.h (volume dos quatro recipientes R1 a R4) + 4.p(0,05)2.20 (volume dos quatro canos) = p.22(3,3-h) (volume que baixou de R5)
2,25h + 0,05 = 3,3- h


Veja também