12
set

Tem mais vitória brasileira

12 / set
Publicado por Alexandre Gondim às 11:13

 

Alex Ribeiro (SP). Foto: @WSL / Masurel

Alex Ribeiro garante o tri do Brasil no QS de Marrocos

Em Casablanca, no Marrocos os brasileiros dominam esta etapa desde a sua estreia no WSL Qualifying Series em 2015.

Não foi só no Surf Ranch Pro que os brasileiros brilharam no fim de semana passado,8 e 9/9 , com Gabriel Medina e Filipe Toledo comandando o show nas ondas perfeitas criadas por Kelly Slater no deserto da Califórnia.

Alex Ribeiro carregado pelos amigos no Anfaplace Pro Casablanca 2018. Foto: @WSL / Masurel

Na perna europeia do WSL Qualifying Series, a divisão de acesso ao “circuito dos sonhos”, Alex Ribeiro conquistou a vitória para o Brasil em uma final paulista com Weslley Dantas.

“Eu estou super feliz com a vitória, me senti em casa”, disse Alex . “As ondas são muito parecidas com as da minha praia no Brasil e eu tive uma boa ajuda nessa semana, com as ondas certas sempre vindo para mim. Foi incrível ter feito a final com o Weslley. Não é fácil ganhar dele, mas felizmente consegui fazer minhas manobras e estou amarradão porque é minha primeira vez aqui. Gostei bastante, as pessoas são muito legais e nós tivemos grandes ondas durante toda a semana”.

Weslley Dantas (SP). Foto: @WSL / Masurel

“Eu tinha uma boa estratégia e estava focado na bateria, mas cometi alguns erros de prioridade nessa final que não poderia fazer”, admitiu Weslley Dantas, irmão do top Wiggolly Dantas.“Mesmo assim, eu estou muito feliz com o vice-campeonato, que é um bom resultado também. Eu gosto bastante desse lugar e as ondas estiveram muito boas durante toda a semana. Certamente estarei de volta no próximo ano, porque eu realmente quero ganhar aqui”.

Com a vitória no QS 1500 de Casablanca, Alex Ribeiro subiu do 22º para o 15º lugar no ranking e volta a se aproximar da briga direta pelas dez vagas para a elite dos top-34 da World Surf League. junto com mais dois brasileiros do litoral paulista, o atual campeão sul-americano da WSL South America, Thiago Camarão e Miguel Pupo, que estava competindo no Surf Ranch Pro e caiu do 15º para o 16º lugar no ranking.

Deivid Silva(SP). Foto: @WSL / Masurel

Entre os dez que, hoje,  se classificariam para o CT , vem o paranaense Peterson Crisanto em segundo lugar, o potiguar Jadson André em quinto, o catarinense Alejo Muniz em sexto e o paulista Deivid Silva em 11º.

O vice-campeão em Marrocos, Weslley Dantas, vai chegando perto deste grupo e ganhou mais seis posições no ranking, indo do 29º para o 23º lugar. Acompanhe o desenrolar do QS aqui, no BLOG DO SURFE.


Veja também