07
dez

QS termina e define time Brasil

07 / dez
Publicado por Alexandre Gondim às 12:00

Jadson Andre. Foto: @WSL / Keoki Saguibo

Quatro brasileiros se classificaram para reforça os “Brazilians Storms” no circuito mundial da wsl em 2019.

Ontem, 6/12, com o encerramento da última etapa do circuito de acesso do WSL Qualifying Series no Havaí, mais dois brasileiros confirmaram seus nomes no grupo dos 32 surfistas que vão disputar o título mundial de 2019 .

O paulista Jessé Mendes e o potiguar Jadson André classificaram-se entre os dez indicados pelo ranking de acesso, quando passaram para as semifinais nas ondas desafiadoras de 12-15 pés em Sunset Beach. Jessé ainda foi vice-campeão na final vencida pelo havaiano Ezekiel Lau.O paulista Deivid Silva e o paranaense Peterson Crisanto completam asnovidade do Brasil no CT 2019.

Jesse Mendes Jadson Andre. Foto: @WSL / Keoki Saguibo

“Foi um grande dia e estou feliz como ele está terminando”, disse Jessé Mendes. “Eu só tenho que agradecer a Deus, porque na minha primeira bateria, na quinta-feira, eu passei um sufoco e me livrei por pouco. Se não fosse Deus parar o oceano, eu não estaria aqui agora e, provavelmente, nem mesmo qualificado para o CT, então obrigado à Ele, que fez tudo ser possível para mim. E obrigado também a todos que estão sempre comigo, acreditando em mim e no meu trabalho, estou muito feliz por permanecer na elite ano que vem”.

Ezekiel Lau .Foto: @WSL / Tony Heff

Ezequiel Law e Jessa Mendes foram considerados os dois melhores surfistas no mar pesado, da quinta-feira em Sunset Beach, eles competiram juntos três vezes no último dia do evento, sempre superando seus adversários com Lau em primeiro e Jessé em segundo lugar, até a decisão da Vans World Cup.

O paulista Weslley Dantas, chegou as semi finais é foi premiado como o “surfista revelação” da Tríplice Coroa Havaiana esse ano, antecipadamente, já que o Pipemaster fecha a “trinca”. O irmão mais jovem do ex-integrante do CT, Wiggolly Dantas, se destacou com seu ataque agressivo de backside nas direitas desafiadoras de Sunset Beach. Weslley chegou até a derrotar as estrelas Italo Ferreira e Jordy Smith, com suas manobras verticais nos pontos críticos das ondas.Weslley ficou em 21º no ranking final do QS 2018, abaixo dos catarinenses Mateus Herdy em 18º, Alejo Muniz em 19º e do paulista Miguel Pupo em vigésimo.

Weslley Dantas . Foto: @WSL / Tony Heff

Um dos momentos mais emocionantes da quinta-feira em Sunset Beach foi protagonizado pelo potiguar Jadson André. Matematicamente, ele já estava garantido no CT quando entrou no mar para disputar as quartas de final. Isso porque Jack Freestone tinha sido eliminado na bateria anterior e não poderia mais ultrapassa-lo no ranking. Mas, Jadson não sabia disso e foi guerreiro mais uma vez, mostrando muita raça na onda que pegou nos últimos segundos.

Weslley Dantas . Foto: @WSL / Keoki Saguibo

Ele arriscou tudo porque estava em último, precisando de uma nota acima de 7 para se classificar, então manobrou forte e ficou no inside aguardando a nota, que demorou para sair. Os juízes premiaram sua apresentação com 8,10 e Jadson saltou do quarto para o primeiro lugar, deixando o francês Joan Duru em segundo, eliminando o italiano Leonardo Fioravanti e o sul-africano Matthew McGillivray. Ele vibrou bastante dentro d´água ainda, não pela classificação para o CT que ainda não sabia, mas pela passagem para as semifinais.

“Eu só tenho a falar que Deus é o Deus do impossível”, disse Jadson André. “Eu precisava de uma onda excelente ali no final, faltando poucos segundos, e eu só pedi a Deus, que faz as coisas impossíveis acontecer, que me mandasse uma onda por favor. Ele mandou e eu consegui virar a bateria. Estou tentando controlar minha emoção, porque eu quero muito fazer a final aqui, mas essa bateria foi muito importante para mim, então obrigado a todos pela energia, pela torcida e ainda vou tentar sair daqui com um troféu”, o que não conseguiu. Jadson e Weslley Dantas ficaram empatados em sétimo lugar na Vans World Cup.

Jesse Mendes. Foto: @WSL / Tony Heff

Agora, as atenções se voltam para a decisão do título mundial no Billabong Pipe Masters, que começa no sábado no Havaí.

Veja o vídeo dos mais emocionantes do último dia de competição, incluindo o momento da classificação do potiguar Jadson Andre:


Veja também