01
jan

O desejo é um 2019 igual a 2018

01 / jan
Publicado por Alexandre Gondim às 21:17

Com esta onda surfada em Nazaré, Portugal Rodrigo Koxa passou a deter o recorde mundial de maior onda surfada na história. A World Surf League avaliou a onda em 80 pés (24.38 metros). Foto: Pedro Cruz

Você já deve ter ouvido que o Brasil esta dominando no surfe. Mais que domínio é este? Vou detalhar.

O Brasil teve o surfista e a surfista que surfaram a maior onda da história do esporte, Rodrigo Koxa e Maya Gabeira. Foi campeão mundial junior da WSL , entre os jovens mais promissores no circuito mundial, com Mateus Herdy . No Havaí, vencemos com o fenomenal Medina o CT e o Pipe Masters e a Tríplice Coroa Havaiana com Jessé Mendes.

 

A onda que Maya surfou em 18 de janeiro deste ano em Nazaré, Portugal, foi estimada pela WSL e pelo Guinness com a altura de 68 pés.

De quebra temos três surfistas entre os top-4 do mundo e o Brasil conquistou em 2018, 9 das 11 etapas do circuito mundial, com 11 brasileiros disputaram o CT, e ainda foram também 9 vitórias no QS (Qualifying Series).

Portanto, se tivermos um ano novo igual ao velho já estaria bom de mais, não é?

Deivid Silva. Foto: Laurent Masurel /WSL

Para manter o alto nível do surfe brasileiro dentro e fora das competições só tem uma fórmula. Surfando sempre e tendo cada vez mais participantes para substituir as “perdas” do time.

Na elite competitiva da WSL, o Champioship Tour, conseguimos manter o número de representantes no CT para 2019. Ian Gouveia, Tomas Hermes e Caio Ibelli não conseguiram permanecer no circuito. Caio ficou fora de 7 etapas por lesão e não recebeu o wildcard, convite para participar no circuito deste ano ficando como o primeiro reserva e competirá caso alguém tenha problemas. A WSL preferiu dar o Wildcard a John John Florence e Kelly Slater.

Por sua vez Peterson Crisanto, Deivid Silva fazem suas estreias e Jadson André faz seu retorno. Nas próximas postagens apresentarei nossos reforços…

Rio Grande do Norte terá dois representantes, Ítalo Ferreita e Jadson Andre que volta a rodar o mundo com o circuito dos sonhos. Foto: @WSL

Veja também:

 


Veja também