06
ago

Yago Dora vence em Huntington Beach

06 / ago
Publicado por Alexandre Gondim às 17:50

 Yago Dora. Foto: Kenny Morris/WSL

“É uma sensação incrível e estou muito feliz, pois esse é o melhor resultado da minha carreira”, disse Yago Dora, logo que saiu do mar com a vibração da torcida que lotou as areias e o píer de Huntington Beach no domingo, 4/8. “Desde o início do evento, eu senti que poderia ter alguma coisa especial para mim aqui. E vi vários sinais, como aquela bateria contra o francês Jorgann Couzinet que virei no final. Isso me deixou mais motivado ainda e estar no topo agora, com a vitória nesse evento gigante, é incrível, quase inacreditável”.

Yago Dora. Foto: Kenny Morris/WSL

O catarinense Yago Dora escreveu seu nome entre os campeões do mais tradicional evento de surfe dos EUA, usou sua maior arma: os aéreos, para liquidar seus adversários e conquistar o título do Vans US Open of Surfing.

Venceu a semifinal brasileira contra Alex Ribeiro e derrotou o australiano Liam O´Brien na final. Com o resultado Yago saltou da quinquagésima para a quarta posição no WSL Qualifying Series. O Ranking esta agora liderado pelo francês Jorgann Couzinet, seguido pelo potiguar Jadson André e pelo paulista Alex Ribeiro.

Alex Ribeiro. Foto: Kenny Morris/WSL

A outra única etapa com status máximo QS 10000 da temporada, também foi vencida pelo Brasil, com o paulista Deivid Silva no Ballito Pro da África do Sul. Deivid está em quinto lugar no ranking do QS, que indica dez surfistas para a elite dos top-34 da World Surf League.

Yago falou sobre ser mais um brasileiro a escrever seu nome na lista dos campeões do US Open. “Para mim, é tudo no mundo, porque esse evento é gigante demais e é um sonho para qualquer surfista ganhar aqui. Eu quero agradecer a minha família, meus patrocinadores, meu shaper pela prancha mágica, todos meus amigos que estão assistindo em casa e toda a torcida brasileira que está aqui na praia. Estou muito amarradão”.

Dora já tinha começado bem a temporada com o vice-campeonato na volta do Oi Hang Loose Pro Contest para Fernando de Noronha (PE), só perdendo a bateria final para o potiguar Jadson André na Cacimba do Padre.

Adriano de Souza. Foto: Kenny Morris/WSL

Quem também competiu em HB foi o campeão mundial Adriano de Souza. Ele até começou bem o duelo com Griffin Colapinto, mandando duas batidas de backside numa esquerda bem armada que valeram nota 8,17.No entanto, depois não conseguiu achar mais nenhuma onda boa para surfar na difícil condição do mar , com poucas séries entrando nas baterias.

Mesmo ficando em quinto lugar no US Open, Mineirinho deu um grande salto no QS na apenas sua segunda etapa disputada esse ano, de 155 para 32 no ranking. Já os que estão mais próximos da zona de classificação são o pernambucano Ian Gouveia, que saiu do G-10 para a 16º posição, o capixaba Krystian Kymerson que subiu do trigésimo para o 19º lugar, o paulista Miguel Pupo em 22º e o pernambucano Luel Felipe, que foi de 69º para 24º lugar.

Luel Felipe . Foto: Kenny Morris/WSL

Veja os melhores momentos do último dia de competições do Vans US Open of Surfing :


Veja também