11
set

Em jogo a vaga Olímpica

11 / set
Publicado por Alexandre Gondim às 22:04

Gabriel Medina. Fotos: ISA/CBSurf

Na terra do sol nascente, o sol brilhou com mais intensidade para a o bicampeão mundial Gabriel Medina que estreou nesta quarta-feira,11/9, no ISA Word Surfing Games, Jogos Mundiais de Surfe em Kisakihama, Miyazaki, Japão.

Este campeonato é uma das etapas para forma o time brasileiro para as Olimpíadas de 2020.

Felipe Toledo

Foi um dia de ondas menores, onde Medina usando seu aéreo, se juntou com a vitória a Filipe Toledo e Ítalo Ferreira que venceram ontem.

O ISA reúne 55 países que alem da s disputas femininas e masculinas ainda tem as baterias de quartetos mistos o “Aloha Cup”.

Silvana Lima

Na disputa feminina, a brasileira Silvana Lima foi a vice-campeã. Com isso ela tem a última das oito vagas entre as mulheres que se classificarão pelo tour mundial WSL, Tatiana Weston-Webb, que fez a maior nota da disputa feminina, 9,77, na terceira fase, ficou com a quinta colocação e Tainá Hinckel em vigésimo quinto. Taína esta atualmente ganhando “tudo” no Brasil e lidera ranking da CBSurf.

Silvana Lima

“É um momento importante para o esporte, porque é um campeonato oficial para qualificação para os Jogos Olímpicos. Poder representar o Brasil, integrando um time tão forte, é um orgulho. Espero repetir as boas performances nas próximas fases e o objetivo é garantir uma nova medalha de ouro e levar mais alegria para os brasileiros ” Falou Tati, oitava colocada no CT.

Entre os melhores no Japão o recordista da prova é o japonês Shun Murakami com 16,5 pts e o melhor brasileiro é Filipe Toledo em nono com 14.27.

“As melhores mulheres do mundo deram tudo de si na água para permanecer na disputa das Medalhas de Ouro. É incrível ver o processo de qualificação olímpica se concretizando. Damos aos surfistas de todos os continentes do mundo uma chance de surfar no maior palco esportivo, por isso é incrível ver esses sonhos se realizando aqui em Miyazaki.” Comemorou Fernando Aguerre, presidente da ISA.

Italo Ferreira

Que o potiguar Ítalo Ferreira chama a atenção pelo seu surfe potente não é novidade, mas o episódio que ele protagonizou poderia ser enredo de series. Depois do recente furto de seu passaporte nos Estados Unidos, as dificuldades continuaram após o pouso forçado do avião de Ítalo em Nagasaki após tufões fecharem o espaço aéreo em Tóquio, seu destino inicial previsto. Ítalo sequer aguardou suas pranchas desembarcarem, seguiu direto para disputar a sexta bateria da abertura masculina onde chegou faltando oito minutos para seu encerramento e ainda conseguiu vencer somado média acima de 13 pontos e tendo 8,33 na sua melhor onda, surfada com prancha emprestada pelo companheiro Filipe Toledo, que já estava a sua espera, pulou o cercado do evento e entrou no mar de bermuda jeans mesmo, a roupa de viagem.

“Foi uma missão! Quando eu pousei, fui correndo do aeroporto para a competição e não tive tempo de pegar a bagagem. Quando eu cheguei, a minha bateria já estava acontecendo e eu precisava de 12 pontos para ficar em primeiro. Faltando 1 minuto, eu fiz a melhor nota, surfando com a prancha do Filipe e com a bermuda calças de ganga da viagem. Deu certo. Foi doido! – contou Ítalo.”

Gabriel Medina no japão.

Acompanhe o desenrolar dos fatos por aqui no BLOG DO SURFE…Boas ondas !


Veja também