24
set

Os brasileiros dominam o CT 2019

24 / set
Publicado por Alexandre Gondim às 17:59

Gabriel Medina. Foto: Kelly Cestari/WSL

Com a vitória de  Gabriel Medina na oitava etapa do circuito mundial no fim de semana passado, a disputa do título agora ficou mais concentrada nos brasileiros que provaram ser os surfistas mais completos do mundo, dominando novamente a etapa da piscina do Surf Ranch que exige o máximo dos atletas.

Mostrando ser tão bom surfando de frontside quanto de backside em condições iguais. Medina tirou a liderança do ranking do Filipe Toledo, mas a diferença é pequena, 44.695 a 44.400 pontos.

Filipe Toledo . Foto: Kelly Cestari/WSL

A briga pela  primeira colocação do Champioship Tour será fase a fase no Quiksilver Pro France, que tem a janela de realização de 03 a 13 de outubro em Hossegor. Para ultrapassar os brasileiros, o sul-africano Jordy Smith, 3º, tem que chegar nas quartas de final, enquanto Kolohe Andino, 4º, só consegue com a vitória na França.

O potiguar Italo Ferreira é o quinto colocado e está fora da disputa pela liderança nesta etapa, pois o máximo que consegue são 44.600 pontos. Ele venceu a de Portugal no ano passado.

Deivid Silva Foto: Kelly Cestari/WSL

Seguindo vêm o estreante na elite, Deivid Siilva, em 15º lugar, Willian Cardoso em 19º, Caio Ibelli em 21º e Yago Dora em 22º, fechando o grupo dos 22 que são mantidos no CT para o ano que vem. Yago é o último nessa lista, mas está garantindo sua permanência entre os dez indicados pelo WSL Qualifying Series.

Caio Ibelli. Foto: Kelly Cestari/WSL

Os outros cinco dos onze titulares da “seleção brasileira”, estão fora da zona de classificação no momento. O cearense Michael Rodrigues foi mal no Surf Ranch e caiu do vigésimo para o 25º lugar. O paranaense Peterson Crisanto também e foi outro que saiu do G-22, de 21º para 27º.

Willian Cardoso . Foto: Kelly Cestari/WSL

 Ainda tem o paulista Jessé Mendes em 29º, o potiguar Jadson André em trigésimo, mas liderando o QS com sua vaga já confirmada para o CT 2020, além do capitão do time, Adriano de Souza, que voltou a se contundir depois da grande atuação nos tubos de Teahupoo e ocupa a 33º posição, depois da oitava das onze etapas da temporada.

Lakey Peterson . Foto: Jackson Van Kirk/WSL

Entre as mulheres, nas duas etapas da perna europeia que se seguem, elas estarão, pela primeira vez ,nas ondas de Supertubos, em Peniche, Portugal.
A havaiana Carissa Moore segue com a lycra amarela do Jeep Leaderboard na França, liderando o ranking com 47.260 pontos e Lakey Peterson chegou a 43.850 com a vitória no Surf Ranch, que para superar a havaiana, precisa chegar nas quartas de final em Hossegor. As australianas Sally Fitzgibbons e
Stephanie Gilmore são as outras concorrentes e só conseguem se chegarem na grande final.

Tatiana Weston-Webb . Foto: Jackson Van Kirk/WSL

O time brasileiro tem na oitava colocação Tatiana Weston-Webb  com 29.865, em 13º esta a cearense Silvana Lima com 19.410 e Tainá Hinckel  com 2.610 esta em vigéssima quarta.

Gabriel Medina. Foto: Kelly Cestari/WSL

Acompanhe pelo BLOG DO SURFE  e boas ondas !!!

Veja também:

Nem tudo é perfeito na Piscina do Surf Ranch

Ítalo Ferreira vai com tudo para piscina


Veja também