20
dez

Ítalo Ferreita da prancha de isopor ao título de campeão mundial de surfe

20 / dez
Publicado por Alexandre Gondim às 12:38

O cenário era um moleque hiperativo que passava o dia brincado nas marolas da Baía Formosa no Rio Grande do Norte, servia de tudo para se divertir no mar. A tampa da caixa de isopor foi sua primeira prancha improvisada e o sonho de ser campeão de surfe começou a ser fomentado em sua cabeça.

Ítalo Ferreira seguiu competindo dos pequenos campeonatos locais à mega eventos nos principais palcos do mundo para ontem, 19/12, sagrar-se com méritos, em Pipeline, Havaí, o primeiro campeão mundial de surfe, vindo do nordeste: a região mais pobre de um país do terceiro mundo que era menosprezado pelas grandes potências do surfe, leia-se Australia, Estados Unidos e Havaí, que no “planeta surfe” é um pais a parte.

O mundo descobriu que no Brasil tem ondas grandes, tem entre seus surfistas um estilo de vida voltado ao esportes, tem excelentes competidores em todos os tamanhos e tipos de ondas e agora temos TRÊS campeões mundiais: Os paulistas Adriano de Souza, Gabriel Medina e o espetacular ÍTALO FERREIRA.

Italo Ferreira. Foto: Ed Sloane/WSL

O choro incontrolável ao ser carregado até o pódio pelos seus amigos, entre eles, havaianos respeitados que reverenciavam sua conquista, era justificado pela energia que ele colocou durante todo o ano de 2019 para esse dia 19 de dezembro.

Encontrei ele no começo do ano em Fernando de Noronha para o Hang Loose Pro Contest, era visível a transformação que ele sofre quando se prepara para a bateria, concentração, energia canalizada, autoconfiança, velocidade máxima, aéreos incríveis e coragem para tubos insanos. Em Pipeline sua performance foi comparada a do australiano ícone do surfe mundial Tom Carol considera a melhor de todos os tempos em um Pipe Masters.

Italo Ferreira. Foto: Tony Heff/WSL

Hoje ao acordar Ítalo teve ao seu lado a taça mais cobiçadas entre todas, seu presente de Natal. Que não foi pedido a ninguém, foi tomado na raça, agarrado com unhas e dentes, “guerreada” em batalhas memoráveis em picos diferentes ao redor do planeta, e ao se olhar no espelho, sozinho, porque o surfe mesmo quando em espetáculos e feito para si, para sua alma, poderá dizer: EU CONSEGUI !!!!!!!!

ÍTALO FERREIRA VOCÊ NOS REPRESENTA !

Veja a final do Billabong Pipe Masters 2019


Veja também