28
jan

O Hang Loose e a cobiça do bicampeonato

28 / jan
Publicado por Alexandre Gondim às 17:25

Miguel Pupo. Foto: Alexandre Gondim// Blog do Surfe

Até hoje, em 32 edições realizadas do Oi Hang Loose Pro Contest, desde 1986, apenas quatro surfistas conseguiram vencer duas vezes, e nas 14 etapas feitas no arquipélago, nenhum surfista repetiu o primeiro lugar. Quem chegou mais próximo foi o saudoso Jean da Silva, primeiro colocado em 2006 e vice em 2012, superado justamente por Miguel Pupo.

O paulista Miguel Pupo esta de volta ao Championship Tour (CT), a elite do surfe mundial, e quer colocar de vez seu nome na história do Hang Loose. Vencedor em 2012, ele surfa para tentar ser o primeiro bicampeão do evento na ilha de Fernando de Noronha, que este ano será realizado de 11 a 16 de fevereiro e valerá como etapa do Qualifying Series (QS), status 5000, da World Surf League (WSL) e abre o calendário sul-americano, na Praia da Cacimba do Padre.

Miguel Pupo. Foto: Alexandre Gondim/Blog do Surfe

“Sempre que teve a etapa, eu participei, estando no CT ou não. É um lugar legal, que eu adoro e que já fui campeão antes. Poucas vezes um atleta ganhou duas vezes esse evento e para mim já é um objetivo. Seria uma grande honra poder vencer um campeonato tão especial como esse mais de uma vez. Então, as expectativas são grandes”, diz o surfista, que mora na Praia de Maresias, em São Sebastião.

No ano passado Miguel competiu no retorno do Hang Loose à ilha, ficando em nono lugar, mesmo com a melhor nota da bateria, superado pelo norte-americano Cam Richards, que chegou até a semifinal. Aos 28 anos de idade, ele diz estar muito bem para essa nova temporada, de volta ao CT. “Ainda tenho muita lenha para queimar. Não estou muito ansioso para a reestreia. Acredito que tenho experiência suficiente”, avisa.

Cam Richards, Foto: Alexandre Gondim/Blog do Surfe

“Foram oito temporadas consecutivas. Já me sinto mais tranquilo, conheço os lugares, a pressão, os eventos. Na realidade agora é um sentimento bom, de estar de volta, onde queria estar o tempo inteiro, de rever a galera que convivi tanto tempo. Vai ser bem legal e espero que a temporada comece bem já em Noronha”, festeja Pupo.

No Hang Loose, o primeiro bicampeão foi o ícone australiano Tom Carroll, em 1987 e 88, na Praia da Joaquina, em Florianópolis/SC. Depois, mais uma vitória “aussie” com Nicky Wood, em 91 e 92, na Praia das Pitangueiras, em Guarujá/SP. O paranaense Peterson Rosa também venceu em Guarujá, em 95 e depois na Praia de Maresias, em 99. Já o cearense Fábio Silva garantiu a primeira conquista em 96, na Baia de Maracaípe, em Ipojuca/PE e 2001, em Fernando de Noronha, com as finais realizadas no Abras.

Jadson André podera ganhar o bi consecutivo. Foto: Alexandre Gondim/Blog do Surfe

O mais tradicional campeonato da modalidade no País, apresentado pelo seu novo patrocinador a Elétron Energy, relaciona o apoio ao surfe com a defesa do meio ambiente, oferecendo energia de fonte limpa e renovável, já conta com mais de 100 atletas de 18 países e o vencedor da etapa, além dos 5 mil pontos no ranking QS, fatura US$ 15 mil. “Temos um projeto bem importante que está em fase de tratativas com o Governo de Pernambuco e com a administração da Ilha, para reduzir a dependência do local da geração de energia com diesel e ainda com um projeto de agricultura associado” antecipa o diretor presidente da Elétron Energy, André Cavalcanti Rosa e Silva,

Acompanhe todo o desenrolar deste clássico evento direto das areias da Cacimba do Padre por aqui, no BLOG DO SURFE !

Veja também:

Jadson André vence em Fernando de Noronha

Hang Loose em Fernando de Noronha abre calendário da WSL na América Latina


Veja também