12
fev

Fortes ondas e disputas acirradas no Hang Loose de Noronha

12 / fev
Publicado por Alexandre Gondim às 22:22

Filipe Toledo. Foto: Alexandre Gondim/Blog do surfe

“Muito bom estar de volta a Noronha, um lugar que gosto muito, que me sinto em casa. Toda vez que venho aqui sou muito bem recebido pelos locais, me sinto muito à vontade e acho que isso vai me trazer um bom resultado. Não estou pensando nisso, mas claro que sempre queremos a vitória. O QS é um evento que tenho um pouco menos de pressão, então estou me divertindo com meus amigos, aproveitando esse paraíso que é Fernando de Noronha e acho que é assim, quando a gente está confiante, que o resultado vem”, falou Filipe Toledo o quarto melhor do Championship Tour da Word Surf League de 2019 após sair vitoriosa de sua bateria que lhe levou a mais uma apresentação amanhã, 13/02, terceiro dia de competições na praia da Cacimba do Padre em Fernando de Noronha.

Assim como Filipinho também passaram de fase os pernambucanos Alan Donato, Luel Felipe, Junior Lagosta e Douglas Silva em ondas forte de cerca de dois metros de tamanho.

Alan Donato. Foto: Alexandre Gondim/Blog do surfe

Tentam o acesso ao CT pelo QS a partir do Oi Hang Loose Pro Contest os brasileiros Wiggolly Dantas, Jesse Mendes, Heitor Alves e o francês Joan Duru que passaram em primeiro lugar nas suas baterias.

“É difícil encontrar ondas boas, então você realmente precisa escolher bem. Estou feliz por estar de volta aqui. Eu obtive bons resultados aqui no passado. Quero começar bem este ano e criar um ritmo para obter bons resultados e voltar ao CT. ” Disse Duru

Deyvson Santos marcou toda a bateria levando Hizunome Bettero ao erro. Foto: Alexandre Gondim/Blog do Surfe

As pontuações mais altas do dia vieram de Madson Costa, que encontrou os poucos tubos que quebraram hoje, marcando 7,00 e 8,67, totalizando 15,67.

“Tentei me ocupar assim que começou, porque havia muitas fechando, disse Costa. “Quando tive prioridade, entrei mais e peguei o primeiro tubo. Mais tarde, tive a sorte de estar no lugar certo e peguei aquele outro ainda melhor que continuava jogando seção após seção. Eu competi aqui no ano passado e sinto que quanto mais tempo você dedica à onda, mais ela retribui. Apenas me sinto abençoado e quero agradecer a toda a minha família e amigos em casa na Praia da Pipa. ” Falou Madson.

Miguel Pupo. Foto: Alexandre Gondim/Blog do Surfe

A maior virada veio na última bateria do dia, quando o ex-vencedor do evento Miguel Pupo foi eliminado da competição após ser derrotado por Heitor Alves e Geovane Ferreira na bateria 12 da rodada dos 96.

A próxima fase começará com Jadson André, que venceu o Oi Hang Loose Pro no ano passado e iniciou uma campanha vitoriosa na Qualifying Series (QS) em 2019 para garantir seu lugar no 2020 Championship Tour. Jadson enfrentará Enzo Cavallini (FRA), Kian Martin (SWE) e Cauã Costa (BRA) depois das 7:00 da manhã.

Veja a entrevista que Filipe Toledo me concedeu

Estarei la, então acompanhe tudo por aqui ! Aloha…


Veja também