19
jan

Com críticas ao América, dirigente desabafa: “CBB ganhou o jogo”

19 / jan
Publicadoaa por Diego Toscano às 0:15

Presidente do Americana usou o Facebook para questionar Vanderlei. Foto: Divulgação
Presidente do Americana usou o Facebook para desabafar. Foto: Divulgação

 

A notícia da contratação da pivô Érika pelo Uninassau/América não foi bem digerida por um dos pilares do colegiado de clubes da Liga de Basquete Feminino (LBF). Na madrugada da segunda (18) para a terça-feira (19), o presidente do Corinthians/Americana, Ricardo Molina, em uma carta aberta repleta de ironias, soltou o verbo contra o Mequinha, a Confederação Brasileira de Basquete (CBB), a LBF e ao empresário da jogadora.

 

LEIA TAMBÉM

Pivô Érika volta ao Uninassau/América

NBA BR 16: Os esquecidos e o contraproducente

Janeiro de definições no basquete nacional

 

“Descobri que realmente estou errado. Realmente não conheço basquete nem as pessoas e peço desculpas. Tenho que reconhecer: a CBB ganhou o jogo. Carlos Nunes (presidente), Vanderlei (Mazzuchini, diretor), Barbosa (técnico) e Adriana Santos (coordenadora da seleção feminina): todos estão de parabéns pelo “patriotismo” e pela lição que deram e por tamanho exemplo de comprometimento ao Brasil. Foi lindo de ver”, afirmou Molina, em postagem no Facebook.

Trazendo as ironias como ponto principal do texto, o presidente continuou “parabenizando” a LBF, o empresário da pivô Érika, Fábio Jardine, e as atletas que aceitaram o convite da CBB para participar do evento-teste das Olimpíadas, que terminou no último domingo (17) e teve o Brasil como vice-campeão.

 

Parabéns a Liga de Basquete Feminino, que dos clubes não tem nada. Segue ordem da maior e ponto. Parabéns ao agente Fabio Jardine, por orquestrar tamanha aberração. Muita maestria. Trazendo a desempregada Érika, que já estava empregada antes de ir para a seleção, e a vendendo como a patriota que saiu da Turquia pela nossa bandeira. Muito bom. Por coincidência, mesma agente da Clarissa (atleta de Americana que furou o bloqueio dos clubes). O cara é realmente bom. Parabéns as atletas que estiveram na seleção. Isso que é patriotismo. Baita referência para as novas gerações

Ricardo Molina, em postagem repleta de ironias

 

Presidente do Americana usou as redes sociais para soltar o verbo. Foto: Divulgação
Presidente do Americana fez duras críticas a CBB, LBF e ao Uninassau/América. Foto: Divulgação

 

Parceiros no colegiado, a relação de Molina com o Uninassau/América, que é capitaneado pelo técnico Roberto Dornelas, parece ter azedado de vez após a contratação de Érika. “Parabéns aos clubes por se manterem de pé com tanta dificuldade. Alguns até não medindo preço e ações para ganhar um campeonato. Deixo aqui um abraço antecipado. É uma lista de pessoas que realmente amam o B$SQU$TE feminino. Fico aliviado por tanta gente boa cuidando”, ironizou.

Por fim, Molina afirmou que o clube poderá ser prejudicado com as dispensas das atletas para o evento-teste. O dirigente do Americana revelou que todas as jogadoras que pediram liberação, incluindo a pivô Gilmara e a armadora Joice, deverão comparecer para serem ouvidas pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), no Rio de Janeiro, no próximo dia 21. No mesmo dia, o clube jogará pela LBF, contra o Maranhão Basquete, em São Paulo.

“Quanto a nossa torcida, ainda não sei dizer se teremos jogo nesta quinta (21). Através do STJD, a CBB (aquela que o Vanderlei e o Barbosa disseram que respeitariam as dispensas) intimou as atletas a estarem no Rio se justificando, exatamente no mesmo dia do nosso jogo. Não sei se teremos cinco jogadoras em quadra”, explicou Ricardo.

 

Estou aliviado. Achei que fui até injusto com todo esse povo. Desculpem. Vocês fazem o melhor pelo basquete feminino. Isso me deixa muito tranquilo para cuidar das minhas jogadoras e comissão técnica, que priorizaram estar em Americana para jogar para nossa torcida e patrocinadores até o fim. Hoje tive a certeza absoluta que, de tanta gente boa, não preciso me preocupar com o basquete feminino, e nem falar mais sobre o assunto.

Ricardo Molina, em postagem repleta de ironias no Facebook

 


Veja também