08
fev

Quer que eu mande ou que eu explique?

08 / fev
Publicado por Julliana de Melo às 21:30

Thiago Lucas – Artes/JC

Às vezes, elas nos tiram do sério. Mas quase sempre dão verdadeiros ensinamentos sobre o amor e a paciência. Ora nos fazendo sorrir, ora nos fazendo refletir sobre a vida. Difícil saber quem cresce mais a partir do convívio diário com as crianças. E elas dizem cada coisa….

Certa vez, estava eu na cozinha de casa, preparando o gagau do meu filho Ícaro, de cinco anos, quando escutei um diálogo interessantíssimo entre ele e o pai. Tinham parado de brincar juntos, mas os brinquedos continuavam espalhados pela sala de estar. O pai já tinha pedido três vezes para Ícaro arrumar aquela bagunça, e ainda se propôs a ajudar. Mas só recebeu enrolação. Até que deu o ultimato:

– Filho, você tem que guardar seus brinquedos.

– Não vou.

– Quer que eu mande ou que eu explique?

– Explique.

– Você já está crescidinho para cuidar das suas próprias coisas e ajudar na organização da casa. É importante você guardar seus brinquedos e blá, blá, blá…

O pai interrompeu a fala quando percebeu que Ícaro já ia saindo da sala, com alguns objetos nas mãos, em direção ao quarto.

– Ei, rapaz, eu ainda estou falando.

– Papai, eu entendi. Mande, por favor!

Juro que segurei a gargalhada. Mas, ali, naquele momento, entendemos que pra certas atividades de rotina da casa, como arrumar os brinquedos ou tomar banho, por exemplo, muita conversa pode ser dispensável.


Autor da pérola: Ícaro de Mélo, 5 anos

* Compartilhe com a gente outras histórias ou pérolas ditas pela garotada através do endereço: criancada@jc.com.br.


Veja também