Blog de Jamildo - Tudo sobre política e economia com informação exclusiva, análise e opinião
Blog de Jamildo

Política do Recife, Pernambuco e do Brasil. Informações exclusivas, bastidores e tudo que você precisa saber sobre o mundo político

Júri do caso Jennifer Kloker vai começar na próxima terça-feira

Blog de Jamildo
Blog de Jamildo
Publicado em 20/05/2011 às 15:32
Leitura:

Com informações da assessoria


O tribunal do júri de quatro acusados pelo assassinato da alemã Jennifer Marion Nadja Kloker ocorrerá na terça (24) e na quarta-feira (25) da próxima semana. Os acusados pelo crime que sentarão no banco dos réus são Delma Freire de Medeiros, Pablo Richardson Tonelli, Ferdinando Tonelli, e Alexsandro Neves dos Santos. O quinto acusado, Dinarte Dantas de Medeiros, recorreu da pronúncia e aguarda decisão da 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE). A alemã Jennifer Kloker foi assassinada por volta das 22h15 do dia 16 de fevereiro de 2010, na altura do km 97 da BR-408, no município de São Lourenço da Mata.


O júri terá início na próxima terça-feira (24), a partir das 9h, no Fórum de São Lourenço, situado na rua Tito Pereira, 267, Centro. O julgamento será presidido pelo juiz da Vara Criminal da Comarca, Djaci Salustiano. No primeiro dia, haverá a escolha dos 7 jurados entre os 25 convocados, o depoimento das testemunhas de acusação e o interrogatório dos quatro réus. A defesa dos acusados não arrolou testemunhas. O Ministério Público de Pernambuco convocou apenas duas testemunhas: os dois delegados responsáveis pelo inquérito policial, Alfredo Jorge e Gleide Ângelo, do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP). O dia 25 será reservado para os debates entre a promotoria e a defesa, a votação pelo conselho de sentença e a leitura do veredicto. Por precaução, foi reservado espaço na pauta da quinta (26) e da sexta-feira (27), caso haja necessidade de estender o julgamento. O áudio do júri será gravado e registrado pela taquigrafia do TJPE.


 O plenário do júri de São Lourenço dispõe de 85 lugares. Por meio de edital publicado no dia 10 de maio no Diário de Justiça Eletrônico, o juiz Djaci Salustiano abriu as inscrições até a última segunda-feira (16) para os interessados em assistir ao julgamento, assegurando 30 vagas para a população em geral; 30 vagas para estudantes de cursos de direito devidamente matriculados e com documentação comprobatória do vínculo com a instituição de ensino; e 10 vagas para advogados, mediante comprovação de inscrição na OAB. Há igual número de vagas para suplentes de público em geral, estudantes e advogados.


Durante o julgamento, não serão permitidas a realização de fotos e de imagens de qualquer natureza do júri. Para isso, será proibida a entrada no plenário de equipamentos eletrônicos, como câmera (fotográfica e de filmagem), celular, notebook e gravador de áudio. O 20º Batalhão da Polícia Militar, sediado em São Lourenço, promoverá a segurança e a ordem pública no fórum e nas imediações.


Os promotores do caso são André Rabelo e Bruno Melquíades. Cinco advogados farão a defesa: Delma Freire (1 advogado) e Alexsandro Neves (1) e Pablo e Ferdinando Tonelli (3). Os réus são acusados de formação de quadrilha e homicídio duplamente qualificado (por motivo torpe e uso de recurso que tornou impossível a defesa da vítima). O grau de parentesco e a convivência entre a alemã e os três acusados (Pablo, Delma e Ferdinando) são circunstâncias agravantes. Delma Freire ainda será julgada pelo crime de fraude processual, sob a acusação de ter tentado modificar os rumos da investigação ao indicar um falso autor do assassinato.

Últimas notícias