Equipe de Dilma espera 10 mil militantes no Recife, nesta terça

jamildo
Cadastrado por
jamildo
Publicado em 20/10/2014 às 17:30
Leitura:

O ex-presidente Lula e a presidente Dilma Rousseff (PT) participam de agenda em Pernambuco nesta terça-feira (21).

Os dois chegam ao Estado por volta das 13 horas e seguem para o município de Goiana, na Zona da Mata. O primeiro compromisso de Lula e Dilma é uma visita à fábrica da Fiat.

De lá, seguem para um comício no Centro da cidade com representantes de movimentos sociais e entidades sindicais, como a CUT e a Fetape. A visita a Fiat está prevista para as 13h30. Depois, às 14h30, haverá um comício em Goiana, na Rua Nunes Machado, no Centro de Goiana.

Às 17 horas, eles participam de caminhada no Recife. A concentração será no Parque 13 de Maio. De lá a caminhada segue para a Rua do Hospício, depois pegará a Avenida Conde da Boa Vista,  Avenida Guararapes, Dantas Barreto e será encerrado no Pátio do Livramento.

A expectativa da organização deve atrair mais de 10 mil pessoas.

“A vinda dos dois num momento tão importante da campanha mostra o comprometimento de Lula e Dilma com Pernambuco e com o Nordeste, que, aliás, não é de hoje. Foi por decisão do ex-presidente Lula que saiu a Medida Provisória que garantiu a instalação da fábrica em nosso Estado. Quem foi em Goiana recentemente sabe: a fábrica está mudando a realidade local. E vai gerar 15 mil empregos diretos e indiretos. Além disso, tem muitas outras ações que vieram por decisão dos governos do PT. Foi assim com a Hemobras, o Estaleiro e a Refinaria”, diz o senador Humberto Costa, coordenador da campanha à reeleição da presidente Dilma Rousseff, em Pernambuco.

Nesta segunda, Dilma cumpriu agenda de campanha no Rio de Janeiro, onde participou de duas carreatas, uma em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, e outra na Zona Oeste da capital.

Dilma pediu aos cariocas que digam não ao retrocesso e à perda de direitos, em referência ao adversário.

“A eleição, no dia 26, vai colocar de um lado aqueles que defendem os empregos e os salários e do outro lado aqueles que desempregaram no Brasil, que reduziram salários e que se ajoelharam diante do Fundo Monetário Internacional. Aqueles que quebraram o Brasil três vezes”, comparou a presidente.

A presidente reafirmou o compromisso de, no próximo mandato, caso reeleita, continuar trabalhando cada vez mais para melhorar a vida das famílias brasileiras. “Temos uma concepção que coloca as pessoas no centro de tudo. Não somos aqueles que só pensam nos banqueiros e nos juros”, ressaltou Dilma.

“Eu sei que vocês melhoraram de vida nos últimos 12 anos. Sei também que o responsável por isso é cada um de vocês, que batalhou para melhorar de vida. Mas, ninguém consegue crescer sozinho nessa vida. Todos precisam de união e oportunidades”, disse a presidente.

Últimas notícias