Em comício em Goiana, Lula ataca FHC e falta de água em São Paulo

jamildo
Cadastrado por
jamildo
Publicado em 21/10/2014 às 17:40
Leitura:

Foto: Guga Matos/JC Imagem Foto: Guga Matos/JC Imagem

Depois de acompanhar a presidente Dilma, em visita à fábrica da Fiat, na zona da mata Norte de Pernambuco, o ex-presidente Lula participou de um comício, no centro da cidade, em favor da campanha da aliada. Lula criticou o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, sem citar o nome, além de ter feito também referências diretas à crise hídrica em São Paulo. Nesta manhã de terça, ao passar por Juazeiro e Petrolina, no interior do Estado, a presidente Dilma já havia usado a transposição do São Francisco para se contrapor á falta de água em São Paulo. Veja um um pequeno resumo abaixo;

LEIA TAMBÉM:

>> No Sertão de Pernambuco, Dilma critica falta de água em São Paulo

>> Ministros de Dilma vistoriam obras da Transposição nesta quarta

>> Em Pernambuco, Dilma faz defesa dos bancos públicos contra auditorias

>> Em Goiana, rua que dá acesso ao palanque de Lula e Dilma tem vários cavaletes de Aécio

Falham primeiros testes da Transposição

Primeiro teste da transposição do São Francisco acirra conflito por uso múltiplo da água

Lula, em Goiana, agora há pouco

Eu queria apenas dizer do meu orgulho de estar em Goiana, não apenas para participar desse ato, mas sobretudo porque nós estamos provando que o progresso não é feito de homens e mulheres de segunda categoria.

Houve alguém que já foi presidente (referência a FHC), muito estudado, professor da USP, que depois das eleições, ele disse que o povo do Norte e Nordeste não tem formação. A gente tem tanta formação, que resolveu nunca mais votar num tucano para ser presidente do País.

A gente resolveu votar numa mulher que, com apenas 4 anos no poder, conseguiu fazer muito mais do que eles fizeram em 8 anos.

Mas se a gente perguntar, para qualquer brasileiro, as obras que essa mulher fez. Quem é o nordestino de Goiana que já imaginou que essa cidade tivesse uma indústria automobilística?

O meu sonho não termina com a Fiat aqui.

O meu sonho só termina quando cada morador de Goiana puder comprar o seu carrinho.

Nós estamos no governo há 12 anos. Eles ficaram no poder há 500 anos.

Vocês sabem as transformações que nós fizemos nesse País.

Nordestino tem orgulho. Não nasceu só para ser pedreiro e construtor de ponte em São Paulo.

Quem merece aplausos é o nosso governador da Bahia, porque ele venceu os tucanos 3 vezes. Pela primeira vez, pernambucano bate palmas pro baiano.

Enquanto Dilma traz água pro Nordeste, o tucano está deixando faltar água em São Paulo.

Há muito tempo, o Brasil não tinha a qualificação para governar o País que Dilma tem.

Fico completamente magoado, o adversário na televisão ofendendo a presidenta. Um homem sério, diante da presidente da República, tem que ter respeito.

Será que ele teria coragem de fazer as grosserias que faz com você. Ele gritou com ela, achando que ela ia se amofinar. Ele não percebe que Aécio, eu não governo para você. Eu vou responder para o povo brasileiro.

LEIA TAMBÉM:

>> Petrolina entra no roteiro da visita de Dilma

>> Equipe de Dilma espera 10 mil militantes no Recife, nesta terça

>> Fábrica da Fiat abre as portas para Dilma e Lula em Goiana

>> No Nordeste, Dilma tem 64% e Aécio, 27%, aponta Datafolha

Início dos testes da Transposição do São Francisco gera debate na Alepe

Últimas notícias