Blog de Jamildo - Tudo sobre política e economia com informação exclusiva, análise e opinião
Blog de Jamildo

Política do Recife, Pernambuco e do Brasil. Informações exclusivas, bastidores e tudo que você precisa saber sobre o mundo político

PM quer criar barreiras no Bairro do Recife para melhorar segurança

Blog de Jamildo
Blog de Jamildo
Publicado em 13/01/2015 às 7:20
Leitura:

Foto: Hélia Scheppa/JC Imagem Foto: Hélia Scheppa/JC Imagem

Do Jornal do Commercio desta terça-feira (13).

Após três domingos consecutivos de flagrantes de arrastão, brigas e tráfico de drogas no Recife Antigo, a Polícia Militar de Pernambuco anuncia proposta para aumentar a vigilância em vias de acesso ao bairro. A ideia da PM-PE é montar bloqueios nas Pontes Giratória, Maurício de Nassau e Buarque de Macedo, para averiguar documentos e menores desacompanhados.

De acordo com o major André Ângelo, que está respondendo pelo comando do 16º Batalhão, a sugestão será apresentada ao município às 15h de hoje, numa reunião do grupo de trabalho criado para discutir ações de melhoria no policiamento e infraestrutura do bairro. O encontro será realizado no prédio-­sede da Prefeitura do Recife, no Cais do Apolo.

No momento, a PM-PE mantém um ponto de bloqueio na Rua da Moeda. "É muito isolado, porque os problemas estão acontecendo em outros trechos do bairro, por isso vamos apresentar o projeto de ampliação das áreas de triagem", declara o major. Domingo passado houve registro de correria e tumulto na Avenida Marquês de Olinda e na Rua do Bom Jesus, além de tiros para o alto na Praça do Marco Zero.

Das 30 pessoas detidas domingo no Recife Antigo, nove foram encaminhadas para a delegacia ­ Central de Flagrantes e Gerência de Polícia da Criança e do Adolescente, segundo major André Ângelo. "Uma delas era uma jovem com tornozeleira do sistema prisional. Ela cumpre prisão domiciliar, mas estava no Bairro do Recife", observa o major.

O Recife Antigo é monitorado por 18 câmeras de segurança, das quais uma encontra-se desativada, à espera de manutenção, na Rua da Moeda. Ontem, a Secretaria de Defesa Social disse que registrou poucas imagens da confusão e não iria divulgar, para não prejudicar as investigações. Major André Ângelo confirmou os disparos feitos para o alto, por policiais militares, no Marco Zero.

"Estamos apurando para saber o que provocou os disparos. As primeiras informações são de que havia uma briga de galera e os policiais atiraram para dispersar", diz. Pelos cálculos da PM-PE, cem mil pessoas passaram pelo Bairro do Recife, anteontem. "Nosso maior problema é no domingo à noite, por isso vamos reforçar a segurança neste período. Da segunda-­feira ao domingo pela manhã, a situação está sob controle."

Até novembro, 30 homens garantiam a segurança. O efetivo aumentou para 60 militares, sendo 20 do Batalhão de Choque, 20 do Regimento de Policiamento Montado e 20 de outras unidades especializadas. "Agora, serão 70 policiais", diz o major.

Leia mais no JC desta terça.

Últimas notícias