Polícia Federal

Nome de nova fase da Lava Jato refere-se a tentativa de golpe em Roma

Um dos mandados está sendo realizado na residência oficial da presidência da Câmara, atualmente ocupada pelo deputado federal Eduardo Cunha (PMDB).

JAMILDO MELO
Cadastrado por
JAMILDO MELO
Publicado em 15/12/2015 às 8:56 | Atualizado em 01/05/2022 às 21:48
Cícero FOTO:
Leitura:

A Polícia Federal, deflagrou, nesta terça-feira (15), a Operação Catilinárias que tem como objetivo o cumprimento mandados de busca e apreensão expedidos pelo Supremo Tribunal Federal.

Um dos mandados está sendo realizado na residência oficial da presidência da Câmara, atualmente ocupada pelo deputado federal Eduardo Cunha (PMDB).

A ação também é feita nas casas dos ministros Celso Pansera (Ciência e Tecnologia) e Henrique Eduardo Alves (Turismo). Em Pernambuco, no escritório do senador Fernando Bezerra Coelho (PSB).

LEIA MAIS:

>> PF cumpre mandados contra Fernando Bezerra Coelho

>> PF cumpre mandado de busca e apreensão na casa de Eduardo Cunha

"Catilinárias" são uma série de quatro discursos que Cícero, o cônsul romano Marco Túlio Cícero, proferiu em 63 a.C. no Senado romano. 

Os textos de Cícero referem-se a Lúcio Catilina, que teria comandado uma revolução para dissolver o Senado e tomar o poder em Roma.

Uma das frases mais conhecidas do discurso é a seguinte: "Até quando, Catilina, abusarás da nossa paciência?". Segundo registros históricos, na noite de 6 para 7 de novembro de 63 a.C., Catilina reuniu dirigentes da conspiração para tomarem as últimas decisões antes de uma nova tentativa de golpe em Roma.

Ao saber disso, Cícero teria decidido convocar o Senado. Na reunião, o cônsul teria ficado indignado com a presença de Catilina e acusou-o através do primeiro da série de discursos, que veio a ser conhecida como "Catilinárias". A fala de Cícero teria convencido o Senado de uma possível conspiração de Catilina.

Em dezembro, após o quarto discurso de Cícero e já condenado à morte, Catilina recusou-se a entregar-se. Em janeiro de 62 a.C., Catilina foi morto em um campo de batalha.

Leia um trecho do primeiro discurso das "Catilinárias":

"Até quando, ó Catilina, abusarás da nossa paciência?

Por quanto tempo ainda há-de zombar de nós essa tua loucura?

A que extremos se há-de precipitar a tua audácia sem freio?

Nem a guarda do Palatino, nem a ronda nocturna da cidade, nem os temores do povo, nem a afluência de todos os homens de bem, nem este local tão bem protegido para a reunião do

Senado, nem o olhar e o aspecto destes senadores, nada disto conseguiu perturbar-te?

Não sentes que os teus planos estão à vista de todos?

Não vês que a tua conspiração a têm já dominada todos estes que a conhecem?

Quem, de entre nós, pensas tu que ignora o que fizeste na noite passada e na precedente, em que local estiveste, a quem convocaste, que deliberações foram as tuas?"

Últimas notícias