Marília Arraes diz que Geraldo Julio foi 'arrogante' ao subestimar o fluxo de pessoas no Marco Zero

jamildo
Cadastrado por
jamildo
Publicado em 10/02/2016 às 16:30
Leitura:

Foto: Reprodução do Facebook Foto: Reprodução do Facebook

Após tumultos, brigas e dificuldade dos foliões em conseguir um transporte na volta para casa na noite da segunda-feira de Carnaval (8), a vereadora Marília Arraes (PSB) usou sua página nas redes sociais para criticar Geraldo Julio e chamou o Marco Zero de "praça de guerra".

"Tudo isso é responsabilidade do prefeito Geraldo Julio, que, em sua arrogância, subestimou o fluxo de pessoas e terminou acabando com o Carnaval de muita gente", disse.

LEIA TAMBÉM:

Geraldo Julio diz que Recife fez o maior Carnaval de todos os tempos

> Geraldo Julio circula por polos espalhados pela cidade no domingo de Carnaval

Na Zona Norte do Recife, associação carnavalesca reclama de falta de apoio da Prefeitura

O líder do PT na Câmara do Recife, vereador Osmar Ricardo, também lamentou a violência ocorrida no bairro do Recife durante a programação da noite no Marco Zero.

Veja, na íntegra, a declaração de Marília:

Não estava lá no Bairro do Recife pois desfilei, na madrugada desta segunda-feira, na homenagem que a Gigante do Samba fez a meu avô Miguel Arraes. Mas soube por amigos e pelas redes sociais do que ocorreu no Marco Zero, que se transformou em praça de guerra durante e após os shows do palco principal.

Os arrastões, as brigas, os tumultos, as correrias, as garrafas atiradas na cabeça dos foliões, a falta de transporte, a dificuldade na hora de voltar para casa: tudo isso é responsabilidade do prefeito Geraldo Julio, que, em sua arrogância, subestimou o fluxo de pessoas e terminou acabando com o Carnaval de muita gente.

Um "gestor de camarote", que conseguiu transformar o nosso Carnaval de rua em temor e vergonha nacionais.

Últimas notícias