Janot vai pedir ao STF investigação de Dilma e Lula na Lava Jato

jamildo
Cadastrado por
jamildo
Publicado em 03/05/2016 às 7:55
Leitura:

Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, decidiu enviar ao Supremo Tribunal Federal (STF) pedido de abertura de inquérito para investigar a presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no âmbito da Operação Lava Jato, segundo reportagem do jornal Folha de S.Paulo desta terça-feira (3).

LEIA TAMBÉM:

>> Janot quer investigar Aécio por corrupção passiva e lavagem de dinheiro

>> Dilma Rousseff se defende sem Lula no Dia do Trabalho

>> Grupo de Michel Temer critica presidente Dilma por ‘bondades’

>> Em discurso, Dilma diz que nunca embolsou dinheiro do povo brasileiro

O que embasa os pedidos é a delação de Delcídio do Amaral (sem partido), que foi preso em novembro do ano passado acusado de tentar obstruir as investigações da Lava Jato. Em sua delação, Delcídio acusou Dilma e Lula de tentarem interferir na operação.

PGR também investiga a decisão de Dilma de fazer do ex-presidente Lula seu ministro. Segundo a Procuradora-Geral da República, ela fez essa escolha para garantir foro especial ao petista e para tumultuar as investigações sobre desvios na Petrobras. E Mercadante? Bem, numa gravação feita por um assessor de Delcídio, ele oferece ajuda ao senador caso este não delate ninguém.

>> No Recife, manifestantes pró-Dilma fecham lanchonete da Habib’s

>> Lula jogou a toalha e mira votação final do parecer de Anastasia no Senado

>> Lula já foi agarrado em público por mulher do novo ministro do Turismo

Quanto a Navarro, Delcídio afirma que Dilma o nomeou para que ele pudesse, no tribunal, contribuir para tirar da cadeia alguns empreiteiros presos.

>> Eduaro Cunha e Renan Calheiros são alvo de 18 pedidos de investigação

>> No Recife, marcha dos trabalhadores é marcada por defesa ao governo Dilma

>> Dia do Trabalhador terá ato público em defesa do governo Dilma no centro do Recife

Segundo a Folha, também está no alvo da Procuradoria-Geral da República o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, que é suspeito de ter trabalhado para tentar evitar a delação de Delcídio, que foi solto da prisão em fevereiro. Marcelo Navarro, membro do Superior Tribunal de Justiça também está na lista.

Últimas notícias