Blog de Jamildo - Tudo sobre política e economia com informação exclusiva, análise e opinião
Blog de Jamildo

Política do Recife, Pernambuco e do Brasil. Informações exclusivas, bastidores e tudo que você precisa saber sobre o mundo político

Após negativas de mulheres, diplomata é confirmado na Secretaria Nacional de Cultura

Blog de Jamildo
Blog de Jamildo
Publicado em 18/05/2016 às 16:50
Foto: reprodução do Facebook
Foto: reprodução do Facebook
Leitura:

Estadão Conteúdo - O Palácio do Planalto confirmou nesta quarta-feira (18) por meio da assessoria do presidente em exercício, Michel Temer (PMDB), o nome do secretário municipal de Cultura do Rio, Marcelo Calero, como o novo secretário nacional de Cultura, pasta que será subordinada ao Ministério da Educação. Ele é secretário do prefeito Eduardo Paes, do PMDB, mesmo partido de Temer.

ENQUETE

» Você aprovou a extinção do Ministério da Cultura?

Advogado e diplomata, Calero tem 33 anos e foi presidente do Comitê Rio450, que concentrou as comemorações dos 450 anos da cidade do Rio, em 2015. Nos últimos dias, ele chegou a participar de um encontro da área da Cultura em que se pedia a permanência do MinC como ministério independente.

Marcelo Calero assumiu em janeiro de 2015 a secretaria carioca, na vaga deixada pelo jornalista Sérgio Sá Leitão. Curiosamente, o nome de Sá Leitão também foi aventado nos últimos dias para a Secretaria Nacional de Cultura. Em sua gestão, Calero intensificou o processo de descentralização e democratização do acesso à cultura no Rio.

LEIA TAMBÉM

» Renan se compromete em recriar Ministério da Cultura por emenda no Congresso

» Senado convoca Mendonça Filho para explicar fim do Ministério da Cultura

» Novo ministro da Educação e Cultura, Mendonça Filho, diz que projetos que dependem da Lei Rouanet serão mantidos

Calero está na Prefeitura desde 2013, quando ingressou como coordenador-adjunto de relações internacionais e do cerimonial. Naquele mesmo ano passaria a coordenar a preparação da cidade para a festa dos 450 anos do Rio. Em sua passagem, o secretário sempre foi prestigiado pelo prefeito, que o elogia nas cerimônias públicas. Ele vinha se envolvendo na preparação da cidade para os Jogos Olímpicos.

Artistas como a atriz Bruna Lombardi e a cantora Daniela Mercury afirmaram ter sido convidadas para o cargo, mas recusaram assumir. A secretaria está em meio a uma polêmica sobre a extinção do Ministério da Cultura, que agora faz parte da pasta de Educação, com o pernambucano Mendonça Filho (DEM) à frente.

» Artistas protestam contra fim do Ministério da Cultura no Recife

» Federais de Pernambuco já cobram mensalidades, mas têm dúvidas sobre projeto do MEC

» MEC deve apoiar cobrança de mensalidades se universidades públicas quiserem

» Mendonça Filho é recebido sob protestos no ministério e artistas prometem ato no Recife

Últimas notícias