Temer amplia tom contra Sérgio Machado e diz que acusação é irresponsável, leviana, mentirosa e criminosa

jamildo
Cadastrado por
jamildo
Publicado em 16/06/2016 às 13:54
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Leitura:

O presidente da República interino, Michel Temer, rebateu nesta quinta-feira (16) declarações do ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado, feitas em delação premiada.

Temer classificou a manifestação de Machado como irresponsável, leviana, mentirosa e criminosa.

“Enquanto alguns deixam passar em branco, eu não deixarei”, afirmou o presidente.

Temer disse que falou primeiramente na condição de cidadão comum.

“Quero me dirigir a minha família, quero me dirigir aos muitos amigos e conhecidos que tenho no Brasil, quero me dirigir ao povo brasileiro para dizer que não deixarei passar em branco essas afirmações levianas”, reiterou.

“A nossa honorabilidade está à cima de qualquer outra função ou tarefa pública que eu exerça no momento ou venha a exercer”, completou.

Na qualidade de presidente interino, Temer defendeu que não teria chegado à Presidência da República, caso tivesse cometido malfeitos.

“Alguém que teria cometido aquele delito irresponsável que o cidadão Machado apontou não teria condições de presidir o país”, finalizou.

Últimas notícias