STJ nega recurso da defesa de Lula sobre o tríplex do Guarujá

Blog de Jamildo
Cadastrado por
Blog de Jamildo
Publicado em 27/10/2016 às 20:13
Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil
Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil
Leitura:

Agência Brasil - O ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Marcelo Navarro Ribeiro Dantas negou nesta quinta-feira (27) pedido para suspender as investigações sobre o apartamento tríplex no Guarujá (litoral de São Paulo), que envolvem o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

LEIA MAIS

» ONU diz que não examinou admissibilidade do caso Lula

» “Quem pensa que vai me derrotar com mentiras vai cair do cavalo”, diz Lula em vídeo

Na ação, a defesa de Lula alegou que houve irregularidades na decisão do juiz federal Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal em Curitiba, responsável pelas investigações da Operação Lava Jato, ao devolver o processo para a Justiça de São Paulo, onde as investigações começaram.

» Lula volta a negar que seja dono de tríplex alvo da Lava Jato

» PF indicia Lula por corrupção e lavagem no caso do tríplex

Ao julgar o caso, o ministro entendeu que não houve ilegalidades na decisão e que o procedimento adotado obedeceu o princípio da economia processual. "Tendo havido anuência, e não choque de entendimentos entre os julgadores em questão sobre o que caberia a cada um deles julgar, não há como falar em conflito de competência”, decidiu Dantas.

» PF diz que ‘Amigo’ em planilhas de propinas da Odebrecht se referia a Lula

» Advogado ironiza: “seria Lula dono da Torre Eiffel ou da Muralha da China?”

Em agosto último, Lula e sua esposa Marisa Letícia foram indiciados pela Polícia Federal por terem sido "beneficiários de vantagens ilícitas" na reforma do triplex e na guarda de bens do ex-presidente em um guarda-volumes.

Últimas notícias