João da Costa pode ganhar mandato de vereador no Recife com aliança entre PT e PSB

jamildo
Cadastrado por
jamildo
Publicado em 09/03/2018 às 19:08
Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula
Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula
Leitura:

A reunião dos petistas pernambucanos com o ex-presidente Lula, em São Paulo, pode não ter sido conclusiva sobre o destino do PT em Pernambuco, a espera de uma definição do PSB Nacional sobre uma coligação formal nacional com o PT, principalmente com entrega de parte do tempo de TV do PSB para a campanha dos petistas, mas o embate das duas correntes (uma pela aliança com o PSB de Paulo Câmara e outra pela chapa própria com Marília Arraes) expôs as negociações nos bastidores.

Uma das pontas do acordo prevê a volta do ex-prefeito João da Costa, do PT, para um mandato de vereador no Recife. João da Costa é o primeiro suplente do PT e seria chamado para ocupar a função, caso o prefeito do Recife, Geraldo Julio, do PSB, ofereça uma secretaria ao partido.

LEIA TAMBÉM

» PT de Pernambuco sai de reunião com Lula sem definição sobre eleições

» Daniel Coelho ironiza militância do PT em Pernambuco ‘pedir votos para Paulo Câmara e Jarbas’

» Chapa de Paulo Câmara terá Cleiton Collins, João Paulo e Jarbas

» João da Costa diz que caberia ao PSB resolver ‘contradições’

O nome escolhido, neste caso, seria o vereador Jairo de Britto, que vem a ser cunhado do ex-prefeito João da Costa.

Foto: Diego Nigro/JC Imagem

“O interesse de JC nesse negócio de aliança com o PSB é fazer o cunhado e vereador Jairo Britto ser convocado por Geraldo Júlio para secretário e ele JC assumir a vaga de Jairo na Câmara”, explica uma fonte do PT, ligada a Marília Arraes.

“Os interessados nessa aliança com o PSB jogam Lula como desculpa, mas Osmar Ricardo ganharia infra para uma campanha de deputado estadual, João Paulo uma vaga na majoritária, além de Humberto Costa ganhar infra e base para se eleger deputado federal. No final, o que interessa ao defensores dessa aliança com o PSB são projetos pessoais”.

» Marília elogia João Paulo, que pode ir com PSB, e diz: ‘não adianta causar intriga’

» Teresa discursa a favor de Marília e fala em ‘apoios mal agradecidos’ 

» Marília Arraes reafirma candidatura e critica Paulo. ‘PT de Pernambuco não será tábua de salvação para governo ruim’

» PT e PSB: Lula recebe Renata Campos e Paulo Câmara em São Paulo

“Há muita coisa por trás disso, mas está difícil derrubar a candidatura de Marília Arraes. Ela tem a maioria da militância, da executiva Estadual e das setoriais do PT.”

Na mesma negociação, uma secretaria de Estado, no governo Paulo Câmara, também estaria assegurada, para resolver a vida de outros petistas, ligados a Humberto Costa.

“Cadê o discurso de PSB golpista agora?”, questiona um socialista, sobre as negociações.

Últimas notícias