Blog de Jamildo - Tudo sobre política e economia com informação exclusiva, análise e opinião
Blog de Jamildo

Política do Recife, Pernambuco e do Brasil. Informações exclusivas, bastidores e tudo que você precisa saber sobre o mundo político

Humberto Costa é vaiado e chamado de golpista em encontro do PT de Pernambuco

Blog de Jamildo
Blog de Jamildo
Publicado em 02/08/2018 às 18:23
Foto: Leo Motta/JC Imagem
Foto: Leo Motta/JC Imagem
Leitura:

Defensor da aliança com o PSB que rifou Marília Arraes da disputa ao Governo de Pernambuco, o senador Humberto Costa foi recebido com algumas vaias no encontro de delegados do partido realizado no Recife na tarde desta quinta-feira (2). O parlamentar entrou em uma sala e, ao sair para dar entrevista, um grupo de apoiadores de Marília se reuniu para protestar contra ele, com gritos de “golpista”.

Outro defensor da aliança, o segundo vice-presidente do PT de Pernambuco, Oscar Barreto, também foi alvo de manifestações. Apoiadores da candidatura de Marília Arraes gritavam para que ele pedisse a desfiliação do partido. Houve um bate-boca.

LEIA TAMBÉM

» Visivelmente desconfortável, Humberto dá as mãos a Marília

» Encontro estadual do PT termina com vitória por candidatura própria em PE

» Humberto diz que retirada da candidatura de Marília tem apoio de Lula

» Marília Arraes acredita que decisão nacional não é vontade de Lula

» Após visitar Lula, Gleisi confirma aliança com o PSB em Pernambuco


Tanto Humberto Costa quanto Oscar Barreto, além do presidente estadual do PT, Bruno Ribeiro, minimizaram os efeitos das manifestações e afirmaram que elas são “democráticas”.

Petistas se reuniram em um hotel na Zona Sul do Recife para votar entre a candidatura própria - de Marília Arraes - ou a aliança com o PSB. Marília Arraes saiu vitoriosa, com 230 dos 251 votos a favor dela, 20 contra e uma abstenção.

Nesta sexta-feira (3), o diretório nacional do PT vai analisar o recurso contra a decisão que retirou a candidatura dela.

» Humberto Costa é vaiado e chamado de golpista em encontro do PT de Pernambuco

» ‘Querem ganhar por W.O.’, diz Armando criticando PSB

» Após acordo com PT, Paulo Câmara fala em união para defender Lula

» Bruno Araújo critica decisão do PT que rifou Marília: ‘moeda de troca’

» Aliado, PROS ainda trabalha com a possibilidade de Marília ser candidata

Antes da reunião na capital pernambucana, em reunião nessa quarta-feira (1º), em Brasília, a executiva nacional do partido decidiu apoiar a reeleição do governador Paulo Câmara (PSB). A manobra foi para evitar que os socialistas apoiassem o presidenciável do PDT, Ciro Gomes.

Para isso, a expectativa é de que na convenção do próximo domingo (5) o PSB decida pela neutralidade. A condição apresentada pelo PT no início das negociações era de que o partido fechasse uma coligação, contribuindo com tempo de televisão.

 

Últimas notícias